Resenha: O Dia que o Sol não Nasceu - Bianca Sousa

|
                E para aqueles que gostam de uma leitura rápida, que gostam de ler nos intervalos do serviço, escola entre outros. Esse é um desses contos rápidos, bons e diferentes, quando eu comecei a ler não imaginava que iria gostar tanto assim, mas eu me encantei e adorei o desfecho. Confira todos os detalhes de mais uma obra da autora parceira Bianca Sousa, “O Dia que o Sol não Nasceu”.


Autora: Bianca Sousa
Editora: Amazon
Ano: 2014
Avaliação: 4/5
Sinopse: Conto distópico. 
E se um dia o Sol não nascesse?

               




                 Não irei falar muito sobre a história porque senão irei estragar o conto, o que eu posso dizer é que é uma leitura rápida, gostosa e que trata de um assunto que já foi questionado durante um tempo. O que aconteceria se o Sol não nascesse? Uma das maiores fontes de calor para nós é essencial, mas será que ele possui um tempo de vida? Será que é possível sobreviver sem ele? Isso é o que é tratado nesse conto rápido de 16 páginas.


                O livro também nos faz refletir sobre não deixar para amanha as coisas, pois nunca sabemos quando será o último dia ou nossa última chance. Lua descobre isso da pior forma, quando talvez já não seja mais possível fazer ou tomar tal atitude.

“-Estou apaixonada por um menino que conheci na internet que parece ter sido feito para mim. Nunca o vi pessoalmente, mas a gente conversa todas as noites, e ele ainda me acha bonita! Vê se pode?!”

                Se esse fosse o último dia de vida, ela gostaria de tentar encontrar um garoto com quem anda falando. Seu pai não concorda e não a apoia, mas ela irá mesmo assim. Será que ela conseguirá encontrar o Gabriel antes que seja tarde demais? Só lendo para descobrir.

“Crescer dói, meu amor. A liberdade tem seu preço e você já fez sua escolha.”

                Foi uma leitura rápida e agradável, gosto muito da escrita da autora e do jeito que ela desenvolve a narrativa. Apesar de ser algo que não se encaixa na realidade e até meio estranho de se imaginar acontecendo eu gostei do contato. A leitura ideal para aquele momento que você quer ler, mas não quer histórias grandes.

                Espero que tenham gostado e que leiam. Surpreende e diferente de tudo que já li foi, além de ter sido uma experiência boa. Espero a opinião de vocês, certo?


Beijos da Brooke.

10 comentários:

  1. estou mesmo precisando de livros assim para ler em intervalos e em momentos rapidos, adorei a dica e ja anotei ele aqui :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, Brooke Bells! Muito bom ficar por dentro do que se passa na cabeça dos leitores! <3

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro livros como esse, que nos fazem refletir sobre determinado assunto! Eu achei o assunto abordado no livro bastante interessante, pois faz com que o leitor leia e pense o que ele faria se o sol não nascesse. Além disso, eu adoro livros curtos que podem ser lidos em pouco tempo! Adorei o post, espero que venham outros com contos tão agradáveis quanto esse! ;)

    ResponderExcluir
  4. Gosto bastante de livros que eu possa pegar e só largar depois que termino a história, engraçado que li a resenha e refleti durante alguns minutos sobre o que eu faria caso isso ocorresse comigo hahah. Posso garantir que já está na minha lista de futuras leituras.

    ResponderExcluir
  5. Livros com leitura rápida, por favor. Ultimamente não ando tendo muito tempo, aí dá uma agonia de nunca terminar um livro, então preciso de livros curtos. Gostei bastante desse. Imagina o caos que seria se o sol simplesmente não nascesse? Aparentemente, um livro que nos faz pensar nas nossas atitudes em relação ao mundo à nossa volta, e em relação à nós mesmo, afinal, nunca se sabe o que pode estar por vir no dia seguinte.

    ResponderExcluir
  6. Pelo que vi só tem em ebook né? Uma pena, acho tão cansativo ler na internet, minhas vistas cansam muito rápido, mas parece ser um livro bem rápido e fácil de ler pela quantidade de páginas. O tema do livro faz você pensar no que você faz ou deixa de fazer e é algo que devemos pensar sempre, independentemente de ler o livro ou não. Mas pela correria do dia a dia acabamos adiando as coisas até não ser mais possível. Ótimo tema.

    Beijinhos, Kamila

    ResponderExcluir
  7. Adoro uma leitura rapidinha, principalmente depois de uma temporada presa em uma historia longa é que eu não tava conseguindo me concentrar, é tipo uma forma de se engana, vc ler um conto ou um livro bem curto ai pensa "opaaa!!! voltei a ativa" então se anima para as próximas leituras, gostei da dica e ainda bem que é curtinho por mais um motivo :só leio ebook com no máximo 200 paginas e se tiver com muita vontade de ler mesmo, mas é ainda chorando ...kkkk

    ResponderExcluir
  8. Não costumo gostar de livros distópicos, mas achei a premissa desse conto bem interessante, e como é curtinho, acho que posso dar uma chance.

    ResponderExcluir
  9. Só tem ebook?
    Achei interessante e queria ler, acho que eu iria gostar, mas é muito raro eu ler em ebook prefiro o livro fisico

    ResponderExcluir
  10. Amo distopias, e é bom ter algumas leituras rápidas assim pra ler durantes os intervalos, ou dentro do ônibus...
    obs: O nome do conto é "O Dia que o Sol Não Nasceu" e o nome da protagonista é Lua. Sera que foi proposital?rsrs

    http://www.bookstante.tk

    ResponderExcluir