Resenha: O Príncipe das Sombras - Sylvain Reynard

|
               Hoje eu venho falar de um livro que eu estava super curiosa para ler e não sabia o que esperar, infelizmente esse é apenas uma introdução da série e portanto é uma leitura rápida e que serve apenas para deixar os leitores mais curiosos e mais angustiados sobre o que acontecerá a seguir. Vem comigo saber um pouquinho sobre Príncipe das Sombras da Editora Arqueiro ;)

Autora: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Avaliação:  3,5/5
Sinopse:  Um conjunto muito valioso de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia, de Dante Alighieri, é exposto na Galleria degli Uffizi, em Florença. O dono das peças é o famoso professor de literatura Gabriel Emerson. Quando se deixou persuadir por sua amada esposa, Julianne, concordando em dividir com o mundo a beleza daquelas obras de arte, Gabriel jamais poderia imaginar que estaria atraindo para si um poderoso inimigo.

Mais de um século antes, aquelas mesmas ilustrações foram roubadas de seu verdadeiro dono, o Príncipe de Florença, uma criatura sobrenatural e misteriosa que governa o submundo da cidade e há muito não sabe o que é o amor. Agora um dos seres mais perigosos da Itália está disposto a recuperar o que lhe pertence e se vingar de Gabriel e Julianne. Mas logo seus planos são frustrados. Um atentado o obriga a deixar os Emersons de lado, afinal ele precisa resolver assuntos muito mais importantes. Tanto seu principado quanto sua própria vida parecem estar em risco. Passado na cidade mais artística da Itália, O príncipe das sombras é uma incrível introdução à nova série de Sylvain Reynard, Noites em Florença, e vai deixar os leitores com gostinho de quero mais.
 


                Para quem já é fã ou já leu a trilogia de Inferno de Gabriel, conhece bem a história do Professor Emerson e de Julia, assim como sua paixão e relação com as obras de Dante. Depois de ser convencido pela esposa de expor em uma galeria em Florença sua coleção de ilustrações sobre A Divina Comédia, Gabriel jamais imaginaria que estaria atraindo para si um inimigo extremamente poderoso e desejoso de vingança.

                No ano de 1870, o submundo de Florença é governada por um Príncipe, um ser sobrenatural, cujos poderes são extensos e extremamente poderosos. No entanto, mesmo com toda proteção e segurança em uma noite alguém, com desejo de se vingar dele por acreditar ser seu o direito de governar, consegue retirar de sua coleção alguns de seus bens mais preciosos. Por mais que procurasse, o Príncipe jamais conseguiu encontrar novamente suas gravuras, bom, isso até o ano de 2011.

Quase um século após terem sido roubadas finalmente a coleção de ilustrações sobre A Divina Comédia está de volta a Florença e será exposta na Galleria degli Uffizi para que outros possam apreciar. Gabriel Emerson é o responsável por permitir, após um pedido de sua esposa,  Julianne, que essas peças possam ser apreciadas por todos, o que nenhum dos dois imaginava é que estariam atraindo para si um inimigo extremamente poderoso e desejoso de vingança.

“O professor tinha que sofrer, e isso significava que sua linda esposa também sofreria.”

                Disposto a ter o que é seu de volta e a se vingar de quem ousou rouba-las. No entanto, seus planos são frustrados quando se percebe em meio a uma emboscada onde 10 membros de outro principado tentam mata-lo. Diante disso, suas prioridades mudam colocando em primeiro lugar descobrir os traidores de seu reinado, quem é o comandante do ataque e preparar a devida retaliação, no entanto, em momento algum o príncipe esquece ou desiste de sua vingança adiando-a apenas por alguns dias.

“Era o predador, não a presa, portanto tinha pouco a temer. Naquele ambiente, por exemplo, não tinha nada a recear exceto a exposição.”

                Com uma narrativa em 3ª pessoa, é possível ir descobrindo aos poucos mais sobre o mundo do Príncipe e sobre suas ambições e personalidades. Dono de uma extensa rede de inteligência, Florença é muito bem protegida por aliados e onde não existe perdão para aqueles que falham no cumprimento de seu dever. Mesmo sendo apenas a introdução da série é possível notar claramente a maldade e a força desses seres, algo realmente assustador e poderoso que faz os fãs de Gabriel e Julianne ficarem apavorados sobre o que acontecerá á eles, mesmo que diretamente eles não tenham culpa pelo que aconteceu.

                É perceptível que essa obra não será nem de perto igual a sua primeira trilogia. Apesar disso a escrita do autor nesse livro não deixa nada a desejar, com um ritmo instigante, Sylvain sabe o jeito exato de não perder a sua essência e ao mesmo tempo não fazer nada igual as suas outras obras mesmo que ela esteja diretamente ligada a essa nova série.

Cada página de O Príncipe das Sombras é uma surpresa e um aperto no coração. Sinceramente não sei o que esperar do primeiro livro depois dessa introdução, será que a verdade aparecerá antes que seja tarde demais? Uma coisa é certa, o autor nos fará sofrer diversas emoções durante a leitura e só resta aos fãs do casal esperar e torcer pelo melhor!

                E vocês? Já leram alguma obra do autor ou essa é a primeira vez que escutam falar? Comentem e me contem o que acharam, afinal quero saber se existem mais fãs dele por aqui e apaixonados pelo casal Emerson assim como eu e a Belle ;) Até a próxima resenha!


Um super beijo da Brooke

2 comentários:

  1. Já lia algumas resenhas falando muito bem sobre esse livro e o primeiro volume da série, mas nunca me interessei muito por ter tema sobrenatural, que não curto. Eu só não sabia que o mesmo Gabriel da outra trilogia (que ainda não li, diga-se de passagem) era o mesmo que o da dessa série.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li inferno de gabriel e nem esse livro, mas tenho muita curiosidade,mais porque tem muitos fslando tão bem e algumas amigas já me recomendaram.

    ResponderExcluir