Resenha: Você nunca está sozinho - Thati Machado

|
                Um grande problema atualmente é a falta de tempo que todos tem, cada dia mais a rotina é mais rápida, com mais afazeres o que resulta em pouco tempo para o lazer. Para um leitor isso é horrível, afinal dedicar um tempo para ler e ser levado para um outro mundo é algo que pode causar até crise nos leitores. No entanto, para a nossa sorte, existe os contos escritos pelos autores que se encaixam perfeitamente nos pequenos momentos livres tirando um pouco da ausência da leitura mais profunda. Hoje eu estou aqui para falar sobre um conto que está publicado no Wattpad e que além de fofo nos passa uma lição de vida, além de ser uma leitura extremamente rápida!

Autora: Thati Machado
Avaliação: 3,5/5
Sinopse: Daniela e Bernardo eram melhores amigos. E vizinhos. Eram viciados em RPG e quando não estavam juntos − mas estavam em suas respectivas casas − se comunicavam através de suas janelas. No entanto, Dani mudou e suas aspirações também. Sua janela agora vivia com as cortinas fechadas... Subitamente ela se afastou de Bernardo e mudou a sua vida, alcançando com esforço algo que acreditava poder fazê-la mais feliz: a popularidade. Ela havia emagrecido e agora exibia seu corpo de apenas 58 kg. Tinha muitos "amigos" e era idolatrada em seu blog, onde abordava temas relacionados à moda e tendências. Atraía, finalmente, os olhares de inúmeros garotos. Mas quando chegava em casa, Dani era assolada pela culpa − de quê exatamente, ela não sabia − e acabava se rendendo a hábitos terríveis. Passar por tudo aquilo sozinha era demais... Ela já não aguentava. Tudo o que Dani precisava fazer era abrir as cortinas e pedir ajuda. Mas talvez fosse tarde demais para isso. 
Esse conto foi criado especialmente para o especial "Be Yourself" do projeto SGFFC. Ele foi postado no site do projeto na íntegra e agora está disponível aqui no wattpad.
                Não sei se vocês conhecem, mas a autora desse conto também é dona de um blog. e possuí muitos leitores fieis. Ela nos encanta com a simplicidade e com os temas que mostram que muitos conceitos pré-estabelecidos pela sociedade nem sempre são os melhores ou os corretos.

                Dani sempre sonhou em fazer parte da elite, do grupo descolado de garotos e garotas da escola, porém isso não era algo possível em seu passado. Após perder peso e deixar para trás uma pessoa especial ela finalmente tem tudo o que sempre desejou, porém não é feliz. Em uma volta para a casa ela vê Bernardo, seu antigo amigo com quem costumava jogar Rpg, conversar e sempre esteve lá para apoiá-la.

“Sentia saudade daquelas tardes animadas onde os dois se comunicavam com olhares e gritos pelas janelas, e terminava a noite juntos, assistindo algum filme ou jogando conversa fora.”.
          
               Desde sua ascensão social, no entanto, ela precisou cortar essa relação e se afastar dele por ele não tentar e não querer se encaixar em um padrão pré-moldado. Além de ser solitária, uma vez que seus pais vivem em constantes viagens, ela ainda tem que conviver com uma seria doença que é extremamente perigosa, a bulimia. A busca pelo padrão ideal e o medo de não se encaixar fazem com que qualquer coisa que ela coma a faça se sentir culpada, o que não é nada saudável.

“Toda aquela recente comilança desenfreada estava enchendo seu corpo magro de culpa. E ela sabia como essa sensação poderia finalmente partir...”.

                Bernardo nunca tentou se encaixar ou procurou a popularidade e não sabe como sua até então melhor amiga pode ter mudado tanto em tão pouco tempo. Apesar de ser ignorado, deixado de lado, ele nunca esqueceu o quanto se divertiam juntos e o quão próximos costumavam ser, mas será que existe a esperança de que ela possa querer voltar a ter o que eles sempre tiveram? Ainda há chance para eles resgatarem o que costumavam ter?

“Bernardo tentou não pensar nisso. Balançou a cabeça para se livrar desse sentimento de nostalgia com doses de tristeza.”.

                Até que ponto vale a pena deixar quem é extremamente importante para você e que sempre esteve ao seu lado pelo glamour de ser popular? Será que ainda há tempo para que Dani se arrependa? A distancia que os separam é quase nula, mas será ela capaz de deixar tudo e dar valor ao que realmente importa? Isso é o que será tratado e mostrado durante esse conto rápido e ao mesmo tempo encantador. Se surpreenda e aprenda junto com Dani e Bernardo em Você Nunca Está Sozinho.

                Cada leitura te ensina alguma coisa e te faz refletir e essa não é diferente, leia, se emocione, aprenda e pare para refletir um pouco sobre o que anda dando valor e se aquilo é o que realmente merece o esforço. O conto encontra-se gratuitamente AQUI, e os comentários e avaliações sempre são importantes para a autora saber o que agrada aos leitores.

                Espero que tenham gostado dessa dica de leitura rápida, mas que vale a pena e que vocês deem a chance! Até porque não tem a desculpa de não ter tempo, já que em apenas alguns minutos se pode concluir a leitura ;) Espero os comentários e que o conto acrescente algo à todos.

Um super beijo da Brooke 

3 comentários:

  1. Olá,
    Li esse conto ontem e adorei. A escrita da Thati tem tanta sensibilidade e abordar esse tema sempre é importante! Nem sempre estar dentro do padrão criado pela mídia é o ideal e a Dani é o exemplo disso!
    Ótimo conto :)
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, não li, mas achei bem interessante mesmo achando que não é o meu gosto, obrigado pela dica

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante da sinopse e da sua resenha, Brooke. Gosto de livros que nos façam refletir e pensar sobre decisões na vida, que nos façam pensar o que de verdade é importante. Vou correndo agora buscar o conto e descobrir se Daniela e Bernardo voltam ou não a serem melhores amigos.

    ResponderExcluir