Resenha: Desejo Proibido - Sophie Jackson

|
         
               Oi, meus amores. Tudo bem com vocês? Hoje eu vim falar de um livro da Editora Arqueiro que irá mudar a forma como você verá um biscoito (sim, um BISCOITO) te fazendo suspirar cada vez que o ver. (risos) Brincadeiras a parte, a resenha de hoje é sobre Desejo Proibido. Prepare-se para suspirar, se irritar, ficar com raiva e se apaixonar porque nessa obra você poderá esperar de tudo e quando eu digo de tudo é T-U-D-O mesmo, vamos lá?

Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

Ano de lançamento: 2015
                                     Avaliação: 4/5               

                Primeira coisa que eu tenho a dizer sobre esse livro é que eu não recomendo para menores de 16 anos e acho que é melhor ser lido depois dos 18 anos por conter cenas mais apimentadas e diversos palavrões. Após esse conselho, prepare-se para se apaixonar por Carter um ex detento que irá conquistar seu coração assim como  o da protagonista. Pelo título da obra já se pode notar que essa história envolverá algo proibido, no caso, um desejo. Mas acreditem quando eu digo que isso não é  nem 1/3 de todas as coisas que a história promete ;)
               
                Kat Lane é uma jovem que passou por uma grande perda quando era apenas uma criança escapando apenas porque um rapaz a tira-la do local a força evitando que ela também fosse assassinada. Mas ver seu pai morrer, ou melhor, ser assassinado em sua frente deixou grandes traumas em sua vida e também um grande objetivo: fazer de sua vida algo com um verdadeiro sentido. Com isso em mente ela arranja um emprego em uma penitenciaria para dar aulas de literatura, mas o que ela não imaginava é que depois de tanto tempo iriam colocar justamente em sua classe um aluno encrenqueiro e maravilhoso que a enfrentaria de dois em dois segundos. Nenhum dos dois estava acostumado a ser enfrentado e nem deixaria isso ocorrer, e isso é um grande problema...

A Srta. Lane era uma hipócrita que precisava aprender rapidinho que ele não iria tolerar que ela falasse e agisse tão... sem medo dele.

Carter é o típico homem que tira o folego das mulheres, as fazem suspirar com um sorriso... mas ele não é nenhum pouco fácil de lidar, vive arranjando confusões na penitenciaria e é o típico bad boy arrogante. Cansados de sua atitude as autoridades resolvem fazer com que ele tome jeito e para isso o fazem ir as aulas, no entanto, Carter não está nenhum pouco afim de cooperar e vive causando brigas até que acaba na sala da Srta. Lane. Quanto mais ela o enfrenta sem medo, com mais ódio e determinado ele fica a fazer com que ela deixe toda essa posse que mantem ao falar com ele, mas um segredo pode mudar tudo isso e o fazer repensar tudo que já havia feito antes.

Ele era apavorante. E maravilhoso. Kat estava enfeitiçada.

Um incidente na sala de aula pode colocar tudo a perder para Carter que estava contando os dias para sair de Arthur Kill, ao notar isso Kat toma uma atitude arriscada e inesperada: ela propõe se tornar tutora de Carter e dar aulas particulares (em horário diferente do seu curso) para ele. Obviamente diante dessa medida e como a única oportunidade de salvar seu pedido e se ver livre daquele lugar o quanto antes ele aceita, mas mais uma vez isso não quer dizer que as coisas serão simples. Quanto mais tempo passam juntos e descobrem um sobre o outro, mais sentimentos irão surgindo e em um local onde a confraternização entre detentos e profissionais é estritamente proibido isso não é algo nada bom.

A Srta. Lane tinha cativado Carter total e verdadeiramente e ele não sabia ao certo se estava perturbado ou fascinado com aquilo. Ele mal a conhecia, mal tinha falado com ela e, mesmo assim, não conseguia tirar o rosto dela de sua cabeça. Era tão...bonito.

Se livrar de Carter não é algo que irá acontecer logo, principalmente depois de que uma das condições de sua condicional fosse que continuasse a ter as suas aulas com Kat. Com a liberdade dele em suas mãos é impossível para ela recusar, então os dois entram em um acordo para que se encontrem na biblioteca para continuar as aulas e o aprendizado. Mas fora do prédio da Arthur Kill e sem nenhuma vistoria em cima deles, Kat e Carter temem o que pode acontecer, uma vez que a atração entre os dois sempre foi algo presente e muito forte... Será que eles serão capazes de se controlar? A resposta é bem simples: Não, principalmente depois de Carter descobrir que sua professora é a menina que ele salvou de bandidos quando pequena e que jamais saiu de sua cabeça...

- Jack – sussurrou ele. – Ela é a minha pêssegos.

                Os encontros cada vez iam ficando mais repletos de tensão envolvendo os dois, o desejo era algo que os perturbava diariamente e algumas das obras que ela escolhia para ele analisar não ajudavam em nada para que os pensamentos mudassem de foco. A verdade é que Carter a queria e Kat não estava impune a essa vontade, mesmo ambos sabendo se tratar de um desejo proibido não havia para onde fugir... As situações cada vez os fazendo ficarem mais próximos, os textos aguçando a imaginação dos dois, o desejo os cutucando e incitando a deixarem tudo para lá, resistir não é nada fácil e depois do primeiro beijo digamos que é praticamente impossível!

Carter mal podia esconder sua alegria. Ou seu alivio. Ela não pertencia a ninguém. Nenhum homem a tina reivindicado. Ele ficou perplexo. Será que eram todos insanos, porra?

                Carter a fazia lembrar de seu pai em algumas coisas como o fato dele só comer o recheio do biscoito Oreo, mas ao contrario de seu pai vê-lo fazendo isso era algo completamente enlouquecedor e sexy. Sim ele fazia comer biscoito ser algo sensual, alguém ai se solidariza com a Kat e o fato de que resistir a ele não é nada fácil? (podem ter a certeza que eu sim)

Fascinada, Kat ficou observando a língua dele lamber para cima, para baixo e em volta. Como é que comer um biscoito podia ser tão sensual, meu Deus?

                Diversos segredos envolvem a vida dos dois, aos poucos eles irão descobrir que as amizades verdadeiras são poucas, irão revelar segredos do passado e ajudar na conclusão de um futuro e isso é apenas o começo de uma história que promete fortes emoções, suspiros e sonhos... Juntos eles vão descobrir o que é viver de novo e o que é a felicidade, mas como sempre existirão pessoas que farão de tudo para que isso de errado... Nesse primeiro livro prepare-se para se apaixonar e ansiar pelo próximo volume, tenho certeza que aqueles que gostaram do que viram aqui irão se encantar e entrar em um relacionamento sério com desejo proibido!
 Carter ficou olhando para ela, surpreso por sua pergunta e duro pra caramba por ela estar comendo com os olhos as tatuagens visíveis por debaixo das mangas ¾ de sua camiseta dos Beatles.” (Essa eu coloquei porque tem Beatles e porque é sexy, #falomesmo)

                Lembrando que existe um e-book com uma história que se passa entre o primeiro e o segundo volume da série, é considerado o volume 1.5 e foi disponibilizado gratuitamente pela Editora Arqueiro. Eu gostei bastante da história, apesar de não ter conseguido se tornar uma de minhas favoritas, foi uma ótima leitura! Espero que tenham gostado e aguardo os comentários! 

Um beijo

4 comentários:

  1. Oi Brooke! Eu só li sua resenha e já estou aqui suspirando pelo livro. Que história! Se antes eu já queria esse livro com base apenas na capa e na sinopse, imagina agora então! Minhas expectativas estão lá em cima.
    Achei tudo intrigante e bem diferente como a história deles começa, e o fato do mocinho/bad boy estar preso também não é sempre que encontramos esse fato.
    Quero muito ler o primeiro livro dessa trilogia e descobrir esse novo olhar para os biscoitos Hahá!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. 4/5??? Juro que em outra resenha que eu li, eu não dei nada pelo livro. Assim como a Alessandra, me deu vontade de descobrir uma nova forma de olhar para biscoitos :( hahahah adorei! Pretendo ler em breve!

    ResponderExcluir
  3. Inicialmente quando vi esse livro entre os lançamentos eu havia me interessado, mas depois lendo um pouco mais sobre a história perdi o interesse pois não faz meu estilo de leituras, mas sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  4. Brooke, esse livro é fascinante, mesmo tendo muitas historias parecidas, ele tem algo diferente que prende minha atenção todas as vezes, so ate capaz de contar a historia kkkkkk
    Eu tenho uma historia sobre o Oreo, eu o conheço e amoooooo desde seu lançamento, kkkkkkk (tipo e dai? kkk), essa bolacha/biscoito sei la é muito boa, agora não vou conseguir comer sem lembrar de Carther kkk

    Bjsss

    ResponderExcluir