Resenha: O Último dos Canalhas -

|

                Olá, meus amores! Vamos para mais um livro publicado pela Editora Arqueiro?  Apesar de esperar mais da história, não posso reclamar no quesito qualidade,  O Último dos Canalhas é um livro super divertido, apaixonante, forte e instigante. Confiram todos os detalhes sobre o último canalha vivo da família Mallory e descubra mais sobre essa obra na resenha a seguir:


O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

Ano de Lançamento: 2015
Avaliação: 4/5

                Vere Mallory é um rapaz que veio de uma família onde ser um canalha é algo que faz parte de quem se é, e apesar de não possuir um grande titulo de nobreza possui a canalhice de sobre para se enquadrar no perfil masculino. No entanto, depois de um ano bastante difícil e repleto de perdas sendo a última delas de seu amado primo de apenas 9 anos ele se vê assumindo o título de Duque de Ainswood, algo que ele não desejava e nem fazia questão de ter, mas que é forçado a assumir uma vez que ele é o Último dos Canalhas vivo.

Alguns antepassados do duque tinham vivido muito, outros pouco, mas todos tiveram em comum uma vida intensa, porque essa era sua natureza: serem canalhas notórios de nascença.

                Lydia Grenville é uma jovem jornalista que gosta de trazer a verdade para as pessoas, mesmo que para isso tenha que se disfarçar e enfrentar diversos perigos. No entanto, o que ela mais queria é algo que até agora não havia conseguido: fazer com que Coralie Brees (uma terrível cafetina) fosse pega e parasse de sequestrar e manter jovens nos piores bordeis; Algo que não é nenhum pouco fácil quando não se tem tamanha influencia para denuncia-la e ser ouvida e muito menos para impedir que aconteça. Isso não quer dizer que Lydia não tente impedir, e é durante uma perseguição a cafetina para salvar uma jovem inocente que seu caminho se cruza com o do duque.

– Duvido que ele também soubesse – comentou Lydia, ignorando o arrepio ardente que percorreu sua coluna. – O sujeito é um cretino. O lugar dele é no zoológico do Exeter’Change.

                Desse encontro nada de bom sai, após muita briga, beijo roubado e socos Lydia e Vere se preparam para um combate contra o outro devido a grande humilhação que lhe fez passar. Sem medo e nenhuma característica de uma dama da sociedade a que pertence, ela não se deixa intimidar pelo Duque apenas porque ele é um Duque. Mas Vere não está acostumado a aceitar desaforos e muito menos se deixar ser humilhado e não revidar, pensando nisso ele decide que irá fazer Lydia se render a ele e ele irá amar cada segundo...

Não iria humilhá-la publicamente. Vere seria a única testemunha da queda, que seria em seus braços e, em seguida, na cama. E ela gostaria, e admitiria que gostava, e imploraria por mais. Depois, se por acaso ele se sentisse caridoso, cederia aos rogos. E então...

                Com sua história de vida e família, Lydia aprendeu desde cedo a não deixar que canalhas se aproximem tanto quanto aprendeu que príncipes encantados se encontram apenas nos livros, por mais que ela quisesse que isso não fosse verdade... Mas Vere está determinado a conquistar a jovem jornalista e desistir é algo que não está em seu vocabulário. No meio de muitas brigas e confusões esses dois irão se aproximar cada vez mais, resta saber se o desfecho será os dois se entregando aos beijos (sem serem roubados dessa vez) ou irão acabar se matando antes que isso aconteça.  De qualquer forma os dois fazem uma combinação muito divertida de se ler e criam situações inimagináveis, prepare-se para se divertir e dar muitas risadas, porque da combinação de uma jovem durona e de um canalha tudo pode acontecer! 

“No mundo real, adulto, era mais fácil encontrar unicórnios do que príncipes encantados.”

                Bom, não sei se eu fui com muitas expectativas após ter lido tantos comentários sobre O príncipe dos Canalhas, ou se realmente poderia ter sido melhor... Não que eu não tenha gostado da história, eu gostei,  mas acho que eu esperava um pouco mais e que demorasse mais para o desfecho. Mas recomendo sim, é uma boa leitura com direito a diversas risadas e  uma boa história com uma protagonista forte e decidida que mostra que não importa em que época ela se encontre jamais será a típica donzela em perigo! Leiam e tirem suas conclusões, mesmo esperando mais do livro da Loretta ele é uma excelente escola para conhecer uma época diferente e se apaixonar pelos seus personagens. ;)

Um beijo



6 comentários:

  1. Eu me interessei pelo livro por causa da sua resenha. Achei você bem sincera e isso fez com que mostrasse todos os pontos do livro sem esconder nada, curti isso!
    Fiquei curiosa para conhecer a protagonista forte que não admite ser uma típica donzela em perigo, isso com certeza deve ser muito bacana na história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovanna. Fico feliz que tenha gostado, tento sempre dar minha opinião sincera e mostrar tudo o que o livro tem a oferecer sem dar spoilers, claro. Realmente é muito legal ver essa protagonista em ação, me diverti muito! Espero que goste se ler <3
      Beijos

      Excluir
  2. Brooke, quando li pela primeira vez que ele apanhava, ri demais. Como um Duque apanha de uma mulher em plena época??? Como pode Lydia ter conseguido tamanha proeza naquela época, fiquei boba e mega curiosa e ansiosa para ler. já havia me apaixonado pelo "Principe dos Canalhas" mas esse para mim tenho quase certeza que sera o melhor.

    Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fran. Imagina então quando você ver a cena? E isso na frente de várias pessoas, é muito engraçado e eu amei. Espero que goste da leitura, viu?
      Um beijo <3

      Excluir
  3. Não me lembro se falei aqui, mas sou apaixonada por romances de época e estou muito animada para ler este em especial. Não li ainda o Príncipe dos Canalhas também, mas ele está em minha lista de leitura esperando ansiosamente para ser lido. Os personagens chamam muito a atenção; ambos com mulheres independentes e homens com aversão a compromissos.
    Esse vai para a lista de leitura de 2016.
    Bjs e feliz ano novo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, realmente os romances de época estão vindo com tudo e cheio de histórias boas! Espero que aproveite ambas as leituras <3
      Um beijo

      Excluir