Conhecendo As Faces da Luz: Entrevista com a autora

|

                Oi, meus amores. Fiquei um pouco sumida, certo? É que janeiro está terminando e com eles minhas férias, infelizmente, também :/ Então estou aproveitando para colocar as leituras em dia, preparar os posts futuros e me organizar para manter todos vocês sempre beeeem felizes e atualizados. Aguardem que vem muita coisa boa por ai e falando nisso o post é uma dica de leitura de um super livro, durante a semana vocês poderão conhecer mais sobre a obra que estará entrando em pré-venda pela nossa editora parceira Arwen e decidindo sobre adquirir urgente seu exemplar ;)

                E para começar nada melhor que conhecer um pouco mais sobre a autora, sobre a obra, sobre o que está por vir, certo? Então confiram essa entrevista que fizemos e não se esqueçam de darem suas opiniões! Vamos lá?

1 – Como surgiu o desejo de ser escritora? Alguma vez já pensou em desistir diante das
dificuldades?
R: Desde que comecei a ler, tinha vontade de escrever. Só me faltava a história. Então, surgiu a Tayara e Arcantatys, e a ideia veio. Isso foi há 4 anos.
Já, já pensei em desistir de publicar o livro no formato físico. Não de escrever. Até porque as ideias continuam vindo e não tem como parar. Mas a dificuldade em se publicar o livro no papel mesmo, já me fizeram pensar em deixar só em ebook.

2 – Esperava o retorno que recebeu de seu primeiro livro? Como foi ver tantas pessoas se apaixonando e se tornando fãs de sua escrita?
R: Eu sempre fico com medo de mostrar minhas histórias para outras pessoas. Tenho uma amiga que costuma ler tudo antes de todo mundo e isso me ajuda muito, pois ela aponta os pontos de melhoria e também me dá o primeiro feedback. Mas foi muito gratificante quando os primeiros leitores gostaram. É muito bom descobrir que aquilo que você criou agrada aos outros.

3- Em toda essa trajetória de escritora qual foi a coisa que mais te emocionou e fez você ver que realmente vale a pena toda a dedicação para criação de diferentes obras?
R: Os leitores. As histórias são feitas para eles. Então se não gostarem, de que adiantaria continuar?
O que mais me alegra e emociona, é quando tenho um retorno positivo por parte deles. Mesmo quando tem alguns pontos negativos, o importante é que eles leram, se aventuraram pelo mundo que eu criei.

4 – Para aqueles que não conhecem suas obras, como você poderia definir de forma rápida o seu trabalho, ou seja, suas obras?
R: Minhas histórias misturam aventura, romance e ação. São livros para entreter e fazer viajar por mundos de fantasia. Se você gosta dessa combinação, provavelmente irá gostar das minhas obras.

5 – Eu sei que para um autor cada obra é especial, mas se você tivesse que escolher apenas um dos seus livros, digamos assim o seu favorito, qual seria e porque?
R: Complicado. Rs... Mas eu escolheria o As Faces da Luz, pois é especial por ser minha primeira história, e por ter tido a sorte de ganhar uma capa tão linda. Sou apaixonada por Arcantatys.
                                                                                                                                                          
6 – O que mais te inspira na hora de escrever? De onde você pega as suas ideias para escrever as histórias?
R: As ideias vêm. Não sei explicar de onde. Kaelium, por exemplo, nasceu de um sonho que tive. As Faces da Luz, nasceu da minha paixão por bruxas e elfos. Mas a inspiração para desenvolver as histórias, vem de músicas, filmes, outros livros, imagens que vejo na internet, amigos que gostam de ler e se empolgam com sua ideia....

7 – Nas suas histórias quando você se depara com uma situação em que você tem que matar algum personagem (não sei se já ocorreu), você se sente mal? Afinal deve surgir um carinho por cada um independente de suas qualidades e defeitos.
R: Até pouco tempo atrás, não tinha matado ninguém. Não tinha surgido a oportunidade e nem tinha tido coragem, mas então, alguns leitores cobraram mortes. Rs... Eu precisava mexer no segundo livro da trilogia Arcantatys, o As Faces das Sombras, e aproveitei para atender o pedido dos leitores. E, por incrível que pareça, foi gostoso matar os personagens.

8 – O que os leitores podem esperar de novidade após o lançamento de As Faces da Luz pela Editora Arwen? Já tem algum projeto em mente?
R: O segundo livro da trilogia está pronto. Só está com as leitoras betas, mas está escrito. Espero poder lança-lo em breve, pois os primeiros leitores estão aguardando a continuação há um ano e meio. E tem o Kaelium- A Herdeira. Acabei de disponibiliza-lo na Amazon, no formato digital. Tenho a sequência dele iniciada e pretendo termina-la logo também.

                Eu realmente espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais tanto dessa autora incrível quanto de suas obras. Esse é só o primeiro dia e vocês poderão encontrar vários posts diferentes nos blogs, então aproveitem ao máximo e se apaixonem assim como eu me apaixonei pelas Faces da Luz.

Tatiane Durães obrigada pela entrevista e por todo o carinho! E que As Faces da Luz seja um sucesso de vendas, você e sua obra merecem!
               

                Um beijo e até o próximo post :3  

2 comentários:

  1. Oi Bruna,

    Adorei a entrevista, muito obrigada pelo apoio e pelo carinho. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, nós é que agradecemos o carinho! <3
      Beijos

      Excluir