Resenha: Tensão - Gail McHugh

|
               
            Oi, meus amores. Hoje eu venho com mais uma resenha para vocês e dessa vez é uma série que já possuí dois livros lançados pela Editora Arqueiro, confira o que eu achei de Tensão da Gail Mchugh na resenha a seguir:


Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos.

Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.

Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

Avaliação: 4/5 

                Começarei falando que esse livro foi a típica leitura montanha russa. Com diversas reviravoltas e com uma protagonista que me irritou diversas vezes pelas suas atitudes, teve momentos em que eu amei e não conseguia parar de ler e outros que minha vontade era jogar o livro longe de tão irritada que ficava com a Emily. Então já aviso para você se preparar para emoções diversificadas indo de amar incondicionalmente a trama até odiar profundamente determinadas atitudes idiotas tomadas pelos personagens.

                Emily Cooper é uma jovem formada, bonita e cuja vida sofreu consequentemente uma grande reviravolta nos últimos tempos. Depois da morte de sua mãe, a quem ela era muito apegada, sua vida vira de cabeça para baixo e ela fica sem saber qual rumo tomar a seguir.  É então que depois de muita insistência por parte de seu namorado Dillon Parker, ela se muda para Nova York podendo ficar mais perto dele e de sua melhor amiga, e agora companheira de apartamento, Olivia, podendo ter mais apoio nesse momento tão difícil.

                Decidida a não ficar atoa, Emily, arruma um emprego como garçonete. O que ela não imaginava era que um lindo rapaz iria entrar nessa lanchonete e bagunçar todos os seus sentimentos. No entanto, ela está determinada a não deixar que ele a afete; algo extremamente complicado uma vez que desde o primeiro encontro entre os dois é impossível negar a atração existente entre eles. Principalmente quando o destino insiste em fazer com que o caminho dos dois se cruzem.

                Gavin Blake é o típico galinha, com uma aparência de causar inveja e deixar as mulheres babando não é muito complicado entender o por que. Extremamente charmoso, rico e sexy, além de brincalhão ele se destaca não só entre as mulheres, mas também em tudo o que faz. Acostumado e determinado a ir atrás do que quer, ao conhecer Emily e se encantar por ela, ele decide tentar de todas as formas fazer com que essa linda  mulher dê uma chance a ele. O que ele não esperava é que ela fosse justamente a namorada de seu amigo, Dillon.

                A cada encontro com Gavin, ela percebe cada vez mais que eles combinam de uma forma incrível, algo que tenta constantemente negar por causa de seu namorado que sempre esteve com ela nos momentos mais difíceis e que garante segurança a ela, algo que ela não teria com ele.

                Apesar de seu evidente interesse por Emily, ele só deseja o melhor para ela e que ela seja feliz, não desejando em momento algum atrapalhar sua vida mesmo que tenha plena convicção de que ela foi feita para ele. O único detalhe é que Emily não está feliz e Dillon o até então namorado perfeito começa a demonstrar atitudes desagradáveis com ela a fazendo se sentir desconfortável com ele; algo perceptível a todos a seu redor, principalmente para aqueles que a conhecem bem.

                Quanto mais tempo são obrigados a passarem juntos, maior é a tensão entre eles. Afinal, Gavin não é uma pessoa  fácil de resistir principalmente quando a atração entre os dois chega a ser palpável. Mas será que Emily terá coragem de deixar todos os medos e inseguranças para trás para aproveitar o que a vida tem a oferecer? Isso só lendo para descobrir.

                Uma das partes que mais me irritou foi justamente essa indecisão da protagonista, o que o Gavin tem de determinação, companheirismo, cavalheirismo a Emily tem de fraca. Ela é incapaz de enxergar a verdade a sua frente mesmo quando tudo aponta para ela. É notável o quando o Dillon é repugnante e que há algo de muito errado nele, mas ela não consegue perceber ou se nota finge não ver e isso realmente não é fácil para mim engolir. Mas o Gavin faz o livro valer a pena e nos mostra realmente um lado diferente e importante, fazendo todo o coitadismo da protagonista que não é muito convincente.

                Mas em geral o livro é bom. É claro que tem partes clichês, mas nada que seja insuportável. Sem falar que o final é surpreendente e deixa o leitor avido por mais, mas isso fica para a resenha de Pulsação que vem em breve ;) Espero que tenham gostado e não deixem de comentar, certo?


                Um beijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário