Resenha: Meu Erro - Cinthia Freire

|

 Falar sobre uma obra que aborda temas sérios e reais é sempre complicado... Afinal quem nunca errou? Quem nunca sofreu algo que fez ter vontade de desistir de tudo ou viu o mundo perder o sentido? E afinal, o que é um erro? A autora Cinthia Freire nos faz ter reflexões profundas e entender um pouco mais sobre o que tem por trás de atitudes, de erros e de julgamentos errados através de seu novo livro Meu Erro. E é sobre ele a resenha de hoje, vem conferir!



Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.
Todos tem os seus fantasmas.
Carol tem os seus e há algum tempo eles parecem estar adormecidos. 
Gabriel desistiu de tentar frear os seus fantasmas há muito tempo e decidiu o caminho mais fácil, vivendo uma vida sem regras e limites.
Eles estão na mesma estrada, mesmo que estejam em sentidos opostos. Enquanto ela tenta fugir da escuridão, ele só quer se perder ainda mais.
Uma história emocionante sobre até onde somos capazes de ir para salvar aqueles que amamos e sobre acreditar que todos tem uma segunda chance.

Mesmo que para o resto do mundo isso pareça um erro.

Avaliação: 5/5



A todo momento cometemos erros, alguns maiores enquanto outros não fazem grande diferença, mas a verdade é que em algum momento erramos e muitas vezes não há volta para o que foi feito. Quando Caroline resolveu se mudar para um dormitório da faculdade tudo que ela queria era ser normal, provar para todos – incluindo ela – que ela era capaz de lidar com o que a afligia e a fez ficar em hospitais por muito tempo. Ela jamais imaginaria que iria encontrar uma companheira de quarto a quem ela poderia chamar de irmã, Verônica, e um chefe, Fábio,  que ela poderia considerar como amigo... e ainda menos que um dos casos de sua amiga pudesse vir a se tornar seu maior erro

Ela olhou para mim e estendeu sua mão, e comi o maior erro da minha vida: eu olhei para ela.

Enquanto Carol tenta viver a sua vida da forma mais invisível possível e cercada pela companhia de livros – que também fazem parte de seu curso de Letras -, Vê vive em festas e cercada de atenção masculina e adora cada minuto. No entanto, quando um de seus casos vêm a difama-la por toda a faculdade isso passa a ser um problema; problema esse que só aumenta quando o irmão dela vai atrás de tomar satisfações com Gabriel – o rapaz que é o suposto acusado de ter iniciados os boatos dela ser fácil e coisas piores – e acaba em uma cama de hospital dessa vez como paciente e não médico.

Infelizmente ainda vivemos em uma sociedade machista que acredita que a mulher tem uma vida sexual ativa pode ser tratada da maneira que Verônica foi.

Vendo seus dois amigos mal, Veronica pelo jeito que as pessoas passam a taxa-la e Vinicius por ter tido duas costelas quebradas de forma covarde, Caroline não perde tempo e não se importa em atrair a atenção ao ir tirar satisfações com o causador de tudo isso, Gabriel – um estudante de engenharia arrogante e babaca que infelizmente, ou não, mexe muito com ela (não há dúvida quanto a isso depois da reação dela ao escutar sua melhor amiga e ele fazendo sexo ao telefone) -; e se importa menos ainda em deferir um tapa em seu rosto.

 Ela só não imaginava, ou melhor, com tudo que estava a acontecer, ela não notou os sinais que seu corpo havia dando a ela a algum tempo de que uma de suas crises - cuja razão é ainda mistérios ao leitor – estava prestes a acontecer. É então que o caminho dos dois que já vinham se cruzando diariamente faz com que seja ele a estar próximo a ela podendo ajuda-la quando ela vem a desmaiar no banheiro masculino.



Gabriel, cujos fantasmas também misteriosos vivem a atormenta-los, então passa a nutrir uma grande preocupação pelo bem estar e em saber como Caroline está. No entanto, tudo que ela mais quer é distancia dele, uma vez que com tudo que aconteceu o envolvendo, sabe que algo bom não poderia resultar disso. Infelizmente os planos da vida eram outros e ela parecia estar disposta a interligar seus caminhos.  

O limiar entre a loucura e a lucidez é uma linha fina e invisível. É tão fácil transpor essa barreira, é tão fácil se perder... É tão fácil desistir de tudo.

Em cada lugar que um está o outro acaba a aparecer por lá, por mais que um tente se afastar do outro sabendo que é um erro ficarem próximos, algo sempre acaba a aproxima-los. Os medos do sentimento desconhecido e da necessidade de estar próximo assustam a ambos que vivem lutando contra seus corações, mas com a química inegável existente entre os dois isso é mais do que impossível; o que os levam a cometer loucuras.

Eu tenho uma facilidade enorme em decepcionar as pessoas, não espere muito de mim. Eu não quero te decepcionar. Mas eu sei que vou.

                Ambos têm seus demônios para lidarem, ambos estão irremediavelmente quebrados para poderem ser o que o outro precisaria. Caroline que até então não tinha um motivo para lutar contra seus fantasmas e sair mais forte passa a ter um com nome de anjo. Gabriel que já havia desistido de tudo e se entregado ao inferno passa a ter uma motivação para ser um homem melhor, um homem inteiro para aquela que precisa... Mas será que eles conseguirão lutar e ser realmente o que o outro precisa para seguir em frente?

- Essa lenda foi criada para contar que quando se ama alguém, primeiro se encanta por sua beleza assim como o rouxinol pela flor, mas se o amor for verdadeiro, suporta-se até mesmo seus espinhos.

               Em meio a erros, vamos aprendendo como é possível se recuperar mesmo quando tudo parece impossível e como é a realidade de quem sofre de verdade com problemas sérios. Emocionante, profundo, encantador e apaixonante são apenas alguns adjetivos que podem ser aplicados a essa história de perdão, amor e reencontros. Narrado em primeira pessoa pelos dois é possível entender a fundo o que cada um traz dentro de si e aprender com os erros e suas histórias. Afinal, às vezes tudo que nós precisamos é cometer alguns erros para chegar ao acerto!

Um beijo
                


2 comentários:

  1. Muito obrigada por sua linda resenha, adorei saber a sua opinião! Beijos e até mais; )

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada por sua linda resenha, adorei saber a sua opinião! Beijos e até mais; )

    ResponderExcluir