Crítica: Sing - Quem Canta Seus Males Espanta

|

Sing – Quem Canta Seus Males Espanta é a mais nova animação da Universal Pictures e têm sua estreia marcada para o dia 22 de dezembro de 2016. Apesar de ainda faltar mais de um mês para seu lançamento, nós, do Brooke Bells, a convite do Portal Refil e da Agência Espaço Z fomos conferir essa nova obra cinematográfica em primeira mão; e é claro que não poderíamos deixar de contar as nossas impressões para vocês! Confiram um pouco sobre o que se trata a história e o trailer oficial do filme antes de continuarmos a conversar sobre ele ;)

Sinopse: Buster Moon, um coala empolgado, está prestes a ver seu teatro ir à falência. Para salvá-lo, ele decide criar um concurso musical com o intuito de alavancar seu amado teatro e, entre os participantes, estão um rato, uma elefanta com pânico de palco, uma mãe que cuida de uma ninhada de 25 leitões, um gorila gângster, um porco animado com sotaque interessante e um porco-espinho fêmea que curte punk-rock. “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”estreia em 22 de dezembro nos cinemas brasileiros.





Produzida pela Illumination Entertainment - mesma equipe que criou “Meu Malvado Favorito”, “Minions” e “Pets – A Vida Secreta dos Bichos” -, a animação contará em sua versão brasileira com as vozes de Sandy (Meena), Wanessa Camargo (Ash), Fiuk (Johnny), Mariana Ximenes (Rosita) e Marcelo Serrado (Gunter). Com 65 hits de artistas como Lady Gaga, Katy Perry, Frank Sinatra, Seal, Limp Bizkit e Nicki Minaj na trilha, o filme tem direção de Garth Jennings e produção de Chris Meledandri e Janet Healy.”


              Quem nunca buscou na música algum conforto em momentos tristes, como refugio? Ou a utilizou nos momentos de alegria?  E até mesmo a teve como trilha sonora de momentos especiais? Quem sabe sendo até mesmo parte de um sonho que se tem ou simplesmente por se gostar de ouvir... Não importa qual o lugar que ela ocupe, a verdade é que ela é muitas vezes é a melhor companhia e muitas vezes cantar faz com que todos os males sejam espantados; e as vezes é o que se precisa para que se possa continuar seguindo em frente, independente de tudo!
          Buster Moon, ou Sr. Moon, é um coala que se apaixonou pela música desde que foi a uma apresentação de um musical quando era pequeno. Desde então ele sempre sonhou um dia ter seu teatro e poder proporcionar as pessoas a mesma magia que sentiu naquele momento; o problema é que após diversas tentativas – falhas – ele se encontra em uma situação de crise. Seu teatro está prestes a ir a falência, ninguém dá credibilidade a ele como produtor, e em toda a sua carreira jamais teve uma peça de sucesso.
              Decidido a não deixar isso abala-lo, ele segue em frente agora com uma nova ideia que – em sua opinião – irá ser o maior sucesso fazendo com que todo o tempo ruim passe. A solução? Um concurso de canto com direito a um prêmio de $1000,00 dólares, que é a única quantia que ele conseguiu reunir juntando tudo que possuía. Sua ideia parece estar dando certo quando no dia seguinte milhares de bichos se reúnem a porta do teatro para as audições, e é ai que a diversão começa.
          Assistimos um monte de apresentações divertidas e animadas, com músicas de sucesso capazes de fazer você querer dançar em sua cadeira (o que eu admito ter feito em alguns momentos) e de diferentes estilos; até K-Pop entra nessa mistura e marca presença no filme! Só que quando tudo parecia ir bem e os finalistas já haviam sido selecionados, um grande problema aparece para o Sr. Moon, sua secretária – uma lagarta já de mais idade e com um olho só – havia cometido um erro ao digitar o valor do prêmio o aumentando para $100.000,00 dólares. Quantia que obviamente ele não possuí. Ao invés de ser honesto e cancelar o concurso, ele enrola seus participantes e começa a correr atrás de ajuda. O resultado? Só assistindo para saber!

       Sing – Quem Canta Seus Males Espanta é uma animação que não é feita só para crianças. Divertida e com importantes lições, esse filme irá tratar de ir atrás de seus sonhos e não desistir, de não deixar o medo atrapalhar que você faça aquilo que ama, que os amigos de verdade estarão contigo nas horas boas e ruins, que a família é uma parte essencial de quem se é e que independente de tudo ela estará ao seu lado e que não é necessário que se tente ser alguém que não é; basta simplesmente ser você.

          As crianças presentes no cinema puderam se divertir horrores e algumas dançaram o filme inteiro. Os adultos não ficaram para trás e puderam dar muitas risadas e até se soltar e dançar um pouco. É o típico filme que você assiste e se apaixona pelos seus personagens e que já vê virando um grande sucesso. Foi realmente uma excelente produção pensada nos mínimos detalhes para agradar a todos os públicos, os atingindo com a mensagem ideal para a sua idade. E o mais importante: ensinou que não tem idade para que você vá atrás dos seus sonhos e seja feliz.

         Dia 22 de dezembro o filme entra em cartaz nos cinemas e pode apostar que você não irá se arrepender de ir e levar a família junto. Prepare-se para se encantar com Moon, Meena, Johny, Ash, Rosita, Mike, e muitos outros; e descobrir que quem canta seus males espanta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário