Resenha: Três Vezes Nós - Laura Barnett

|

A resenha de hoje é uma das mais complicadas que eu já tive que fazer, mas antes que pensem que isso se trata do tema da obra, devo avisá-los que isso é um completo equivoco. Em Três Vezes Nós, da autora Laura Barnett e publicado pela Editora Novo Conceito, nos somos apresentados a dois personagens e suas diferentes versões de historias de vida. Todo mundo já pensou, em algum momento, o que teria acontecido se tivesse tomado uma escolha diferente, não é mesmo? Esse livro é exatamente isso, três versões com diferentes resultados de um mesmo casal: Eva Edelstein e Jim Taylor. Se prepare para descobrir o que realmente acontece ao fazer pequenas mudanças que a principio não teria tanta importância!


Uma jovem mulher com uma bicicleta quebrada após desviar de um cão. Um homem que ela poderia facilmente ter deixado passar, sem parar, levando consigo uma vida inteira, uma vida que poderia nunca ter sido dela.
       Eva Edelstein está no segundo ano do curso de Inglês na Universidade de Cambridge. Ela namora David Katz, estudante e aspirante a ator. A vida de Eva parece bem encaminhada, quando, no campus da universidade, ela conhece acidentalmente Jim Taylor, estudante frustrado de direito.
      Há três versões, três realidades diferentes para o futuro de Eva e Jim, dos anos 1950 até os dias atuais.
      Se o nosso futuro é uma encruzilhada, gostaríamos de saber qual caminho seguir? E depois, ficaríamos felizes com a nossa escolha?
     Três vidas. Três histórias. Três destinos... permeados com traições e ambições, mas também com amor e arte.
     Três vezes nós explora a ideia de que há momentos em nossas vidas que poderiam ter sido diferentes e como pequenos fatos ou decisões que tomamos podem determinar o rumo da nossa vida para sempre.

Avaliação: 4/5 estrelas


Versão 1Cambridge, outubro de 1958Eva é uma jovem estudante de Inglês com o sonho de se tornar uma grande escritora; ela esta a caminho de sua aula na universidade – para o qual ela já estava atrasada – quando ela sofre um acidente de bicicleta. Jim é um estudante de Direito, mas tem como aspiração ser um grande artista plástico; ele está a caminho de sua universidade quando se depara com o acidente e vai ajudar a jovem moça, que nós sabemos ser Eva.  Depois de uma breve conversa entre os dois, onde ela assegura que está bem, ele a chama para dar uma volta. A princípio ela fica hesitante, pois é comprometida com um jovem ator com um futuro brilhante pela frente – David Katz, mas acaba aceitando. O resultado é que alguns dias depois ela está terminando seu relacionamento com ele para ficar com Jim, e em 1960, eles se casam.  Anos mais tarde nasce sua primogênita Jennifer – em maio de 1968, e alguns anos depois seu caçula, Daniel – em 1975.
No entanto, será que é apenas isso que acontece?

"No futuro, Eva pensará: Se não fosse por aquele prego enferrujado, Jim e eu nunca teríamos nos conhecido.

Versão 2 – Cambridge, outubro de 1958 – Eva sofre o acidente de bicicleta e Jim vai ajuda-la. No entanto, ela continua seu caminho para a universidade porque já está atrasada e é comprometida com David. Mesmo que ele pareça se importar apenas com ele mesmo. A carreira de David começa a ascender em 1960, mesmo ano em que os dois se casam. Alguns anos mais tarde, em janeiro de 1963, nasce Sarah – única filha do casal; ao mesmo tempo que seu marido vai ficando cada vez mais distante dela.  Paralelamente, Jim conhece Helena, uma excêntrica artista plástica que o incentiva a ir atrás de sua aspiração e abandonar sua carreira e seguir com ela para a Cornualha para morar em uma comunidade de artistas. Algum tempo depois vem a nascer Dylan, o primogênito do casal.
No entanto, será que é apenas isso que acontece?

Ela está sempre presente em sua mente, mas isso é uma busca por um foco, um pequeno puxão no cordão invisível que os une – e que sempre os uniu, desde o primeiro momento em que ele a viu em Cambridge.
Versão 3Cambridge, outubro de 1958Eva sofre o acidente de bicicleta e Jim vai ajuda-la. Ele a convida para ir beber alguma coisa em um pub com ele e ela aceita pois algo nele a atrai. Algum tempo depois ela termina seu relacionamento com David para poder viver sua paixão com Jim. No entanto, em dezembro de 1958, um acontecimento faz com que Eva volte a ficar com David. Os dois se casam e têm dois filhos, Rebeca e Sam.  Com o tempo a carreira dele vai alavancando o fazendo deixar a família de lado e ter cada vez menos tempo com eles. Paralelamente, Jim conhece Helena e junto com ela tem uma filha chamada Sophie.
No entanto, será que é apenas isso que acontece?

Eva havia feito sua escolha. O maior ato de amor, certamente, seria deixá-lo ir, não é?
Como eu disse no inicio essa não é uma obra fácil de falar justamente por todas as mudanças e reviravoltas onde cada escolha faz um caminho diferente acontecer. No entanto, independente do que ocorre no primeiro dia em que eles se encontram, o caminho dos dois sempre acabam se cruzando e a atração entre eles está lá sempre presente e forte.  Eu achei Eva uma personagem bem forte e carismática; realmente fiquei contente com as versões apresentadas dela durante todas as versões. Já Jim foi um personagem que eu gostei em algumas versões enquanto em outras eu já não achei correta a atitude dele e o jeito de lidar com determinados acontecimentos.

A pintura retrata as muitas escolhas que não foram feitas, as muitas vidas que não foram vividas. Ele a chamou de Três Vezes Nós.

Para aqueles que assim como eu tem uma memória bastante falha e com o costume de esquecer detalhes, ou é do tipo que mistura histórias mesmo quando não se trata dos mesmos personagens – imagina quando são os mesmo então –; meu conselho é que se dedique a uma versão por vez para que possa acompanhar de forma completa o que está destinado a esse casal em cada momento.

Eu gostei bastante da leitura, apesar de em muitos momentos eu ter me confundido e me perdido ao tentar ler as três versões ao mesmo tempo – ainda estou tentando entender o porquê de eu ter feito isso -, mas é uma história bem interessante e que funcionou bem melhor quando eu, depois de mais de 1/3 do livro lido, parei e fui ler por cada versão. A história trata do que acontece com os dois, mas que tem o foco maior na Eva e em suas diversas versões ideias dela....  Mas independente de tudo isso, ela sempre se mostrou forte e determinada e  é por isso que eu gostei mais dela do que de qualquer outra pessoa!

Três Vezes Nós é um livro de encontros e reencontros, de 60 anos de vidas e de como suas escolhas afetam o futuro e como ele será conduzido. Minha única ressalva é que o livro é em terceira pessoa, e esse definitivamente é o meu estilo menos favorito de leitura. Mas a edição está belíssima, a história é bem produzida e organizada, com uma narrativa gostosa e envolvente. Sem falar que em apenas um livro você tem três versões de vida, o que permite a você escolher a versão que mais lhe agrada e que conseguiu te cativar!

Recomendo sim a todos, mas sugiro a leitura com a dica dada lá em cima. Leia uma versão por vez, aproveite cada momento, se envolva, se permita e se depare com uma história de amor e erros, com uma história de sonhos e desencontros, de perda e ao mesmo tempo de um encontro com você! Espero que gostem da leitura e  que possam se apaixonar e gostar tanto quanto eu ;)

Um beijo

25 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente por ser um livro que eu tenho interesse em ler. A sinopse já me deixa bem curiosa, e seus comentários também chamaram a minha atenção por conta de alguns elementos. Eu gosto de histórias a respeito de encontros e desencontros, apesar de entender um pouco sua confusão diante da narrativa das três versões. Espero poder ler e gostar também!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu já vi esse livro, afinal ele veio aqui pela cortesia mas foi direto para casa de meu amigo que é o dono do Blogger junto a mim. Eu confesso que tenho a memória literária mas falhando Brasil kkkk, e ler as três de uma vez só não série uma boa pedida. Acho que ela pecou em deixar o livro assim,,ela deveria ter colocada como contos na íntegra um atrás do outro. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho a impressão que eu tiver a oportunidade de ler este livor, eu farei uma confusão monstra entre as três versões, então, quero me concentrar ao máximo no enredo., ara entender bem a proposta.
    Adorei a resenha.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá amore,
    Tenho visto bastante gente lendo esse livro e falando muito bem dele, além disso que capa mais foda é essa né!
    Essa coisa de “E se tivesse feito isso e não aquilo” me motivou ainda mais a ler, afinal, sou uma das pessoas que já se pegou pensando nisso diversas vezes... e se... isso ... e não aquilo...
    Acho que pra mim vai ser um bocado difícil tendo em vista meu esquecimento ... mas ainda assim está aqui na lista de desejos!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Estou muito querendo esse livro, muito mesmo! Adoro livros que apresentam mais de uma mesma versão para a vida dos personagens. Esse livro despertou minha curiosidade por ser desse jeito. Mas admito, até a pessoa pegar prática com esse tipo de leitura dá mesmo um nó na mente rs Já passei por isso rs

    |amorlivresco.wordpress.com|

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu li várias resenha sobre esse livro e já está na minha lista de desejos. Estou muito curiosa pra saber sobre essa realidade tipo "alternativa" desse casal. Com certeza lerei!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oie...
    A NC arrasou na arte dessa capa, né? Acho liiiinda!
    A história em si é mesmo muito confusa e complicada , mas, eu geralmente gosto dessas leituras em que dão um nó em nossa mente.
    A premissa é interessante e pretendo ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi. Eu imagino como deve ter sido difícil fazer essa resenha. Realmente contar sobre uma história que dentro tem três histórias não deve ser fácil, mas você se deu muito bem com isso. Com certeza esse formato é divisão das três versões da história foi uma maneira bem clara. Gostei!!!

    Quero muito ler essa história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Esse livro está na meta de leitura do mês e espero conseguir concluir. Minha memória é boa, então, tentarei fazer a leitura na ordem que temos no livro.
    Gostei de conhecer suas impressões e de saber que, de uma forma ou de outra, o caminho dos dois acabam se cruzando. Também gostei de saber que a Eva é uma personagem forte e carismática. Tenho curiosidade de saber como eles se encontram e como as versões acabam.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Assim, eu achei confuso até pra entender como funciona a história, na verdade ainda não entendi muito bem, mas a proposta achei bem interessante e diferente. Não sei se a leitura funcionária para mim, justamente por causa dessa perca de memória hahaha (tbm tenho), eu acho que ia ficar bem perdida. Mas vale a pena tentar, porque eu realmente achei a temática bem diferente.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. Oi!

    Eu adorei essa leitura, mas não tinha seguido a dica e por isso a leitura acabou sendo mais lenta e confusa. Fui uma das primeiras a ler e na epoca, poucas pessoas tinham lido, então me lasquei haha mas ainda assim foi uma obra bem deliciosa e diferente de ler. Adorei a sua resenha!

    bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Gostei muito da proposta do livro. Saber como cada escolha poderia afetar nosso futuro é muito interessante.
    Minha memória também é um tanto falha, por isso a dica de ler uma história de cada vez é muito válida.
    Quanto ao livro ser em terceira pessoa, eu também prefiro quanto é narrado em primeira. Mas ultimamente os livros que mais tenho gostado foram narrado em terceira. Vai entender.
    Adorei a dica de leitura. Foi para a lista.

    ResponderExcluir
  13. Em todas as resenhas que li desse livro as pessoas aconselharam ler uma versão por vez, mas eu cismei que vou ler o livro na ordem certa porque acredito que existe um motivo para ele ter sido publicado dessa forma. Espero não ficar extremamente confusa e ter que mudar meus planos durante o decorrer da história, como aconteceu com você. O que acho mais legal nessa obra é ela mostrar que qualquer escolha pode afetar de forma imensa a vida das pessoas, mal vejo a hora de conhecer as três versões.

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Adorei saber suas impressões sobre a obra. Já vi algumas resenhas em outros blogs que acompanham e muitos deles também enfrentaram o mesmo problema: se perderam um pouco no decorrer das três versões por conta dos detalhes! Eu com certeza ficaria um pouco perdida e estou bem curiosa para descobrir o que acontece em cada uma delas! Ainda bem que no final do livro tem uma página para anotações (é o que vi comentando por aí)!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Simplesmente adorei essa premissa onde nos são apresentadas três versões de uma mesma história com base no "e se" rs Sempre ficamos perguntando isso né? E se tal coisa não tivesse acontecido, E se a pessoa não tivesse saído de casa. É legal saber que mesmo as coisas mudando a atração entre eles continua ali. Anotei a sugestão e vou ler de acordo com a dica!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  16. creio eu que não seja um livro rápido de se ler, pelo fato de ter três estória diferentes é lógico que como leitor eu escolheria a primeira e ficaria com raiva das demais, ou seja é complicado, porém e renovador ler algo diferente, eu gosto disso então ficaria em um termo de escolha.

    ResponderExcluir
  17. Oie!!
    Fiquei muito encantada com a sinopse da estória!
    Imagino que seja bem emocionante ver como a vida dessas personagens muda com apenas alguns detalhes e como ela tende a reaproximá-los.
    Também não entendi o porquê de você ter começado a ler as três versões ao mesmo tempo. Quer dizer, pensando bem acho que você queria ver as mudanças acontecerem ao mesmo tempo pra pode compará-las, mas não deu certo.
    Gostei de como você resenhou contando um pouco do enredo de cada estória. Deu um gostinho de quero mais.
    Agradeço a dica e quando puder vou ler!
    Bjinhos ;)
    Elaine M.Escovedo
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
  18. Jesus, este livro é tudo que eu precisava, esse enredo diferente mostrando três versões de vidas diferente para os mesmos personagens, mostrando as consequências de nossos atos para o nosso futuro, é algo realmente incrível.
    A forma como você resenhou, sabendo passar tudo sem muito spoilers, e como soube também passar a mensagem reflexiva do livro, merece parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Oi.
    Eu nunca tinha parado para ler uma resenha desse livro, mas já se já tinha vontade de ler só pela capa, que é uma beleza, agora estou com mais vontade ainda pela história em si!
    Eu também sou um pouco esquecida e ás vezes tenho que voltar alguma páginas para relembra de algo já citado, então acho que a sua dica é muito útil! Vou fazer assim quando eu estiver lendo esse livro.
    Abraços.

    Sorteio de um exemplar de Fallen

    ResponderExcluir
  20. Olá!!
    Já tinha visto algumas resenhas sobre esse livro,mas infelizmente ele ainda não me despertou a vontade em ler..draminha não é comigo. A premissa dele é bem interessante mas por enquanto deixarei passar a leitura,quem sabe ano que vem eu repensa e dê uma chance a ele ..:)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/12/resenha-dez-formas-de-fazer-um-coracao.html

    ResponderExcluir
  21. Oiee ^^
    Eu ainda não li esse livro, mas gostei bem mais da primeira versão...haha'
    Você não foi a primeira a gostar da obra, então eu estou bastante curiosa, principalmente porque achei muito interessante essa coisa de três versões. Mas eu vou ter que ler uma de cada vez, pra não me perder...haha'
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Já conhecia essa obra, mas nunca tive oportunidade de ler. Esse livro me deixou bastante curiosa, ainda mais depois da sua resenha. Ter três versões da mesma história parece ser algo divertido, além de extremamente diferente.
    Sem dúvida esse livro precisa estar na minha lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas eu AMEI a premissa. Todo mundo sempre se preocupa com o que podia ter acontecido e ver isso na prática em um livro é MUITO LEGAL!
    Ele vai agora mesmo para minha lista de leitura!

    Beijos,
    Tabatha Cuzziol
    Blog e Canal Floretizas - http://floretizas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oie,

    Tenho uma memória péssima e não costumo lembrar das personagens facilmente. A não ser que a leitura me empolgue e me marque. Gostei quando vc citou já no final que o livro trata de encontros de vida. Sinto falta disso nas obras que estou lendo ultimamente. A Eva deve ser uma personagem cativante como vc falou, até mesmo pela história dela.
    Amanda M,
    Bjs.

    ResponderExcluir