Resenha: Boa Noite - Pam Gonçalves

|

Vamos começar 2017 com um livro incrível lido em 2016? Sabe aquele livro que você olha e pensa: “deve ser bom”, mas que na hora que inicia a leitura ele vai além das expectativas? Pois é. Tenho certeza que muitos quando viram que a Booktuber Pam Gonçalves ia lançar um livro pela Galera Record pensaram que isso se devia apenas a fama que ela tem na internet. No entanto, eu preciso dizer que eles estão COMPLETAMENTE errados! Com uma narrativa envolvente, um livro com a dose certa de tudo que esperamos encontrar em um bom livro e ainda com uma mensagem mega importante, Boa Noite é a obra que todas as mulheres irão se apaixonar e se identificar; e que todos os homens deveriam ler para entender que a culpa jamais é da vítima! Vem conferir todos os detalhes:


Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Avaliação: 5/5 – Favorito

                Alina é a típica moça certinha;  excelente aluna, possuidora de boas notas e uma família incrível e unida. No entanto, agora com 18 anos e prestes a entrar na universidade de Pedra Azul, uma cidade universitária próxima de Florianopolis, tudo que ela deseja é deixar de lado o estereotipo de “nerd” e certinha que sempre a acompanhou no colégio e começar a viver uma nova vida, sendo até uma nova Alina.

"Acho que a maioria das pessoas que chega na universidade espera que a vida tome um rumo completamente diferente... Obviamente eu também. Tudo o que eu quero é começar de novo. É nisso que eu penso enquanto encaro a parede de tijolinhos à frente. Só quero deixar tudo pra trás e enfim ser alguém legal."


Logo no inicio de sua nova jornada ela já se depara com seu primeiro problema, a questão da moradia. Mas para sua sorte, ao ir entregar seus documentos na universidade ela se encontra de frente a um anuncio que possuí uma vaga em uma república; mas não em qualquer república, e sim, a República dos Loucos. Intrigada e realmente necessitando de um local com boa localização e dentro de seus orçamentos, ela decide ligar e depois de uma entrevista mais do que estranha ela acaba sendo aceita como a mais nova membro do lugar.

Ela só não esperava que logo de cara fosse fazer amizade com seus companheiros de república e principalmente que fosse haver alguém tão lindo morando no mesmo teto que ela – preciso dizer que se eu tivesse entrado na República e o visto de cueca eu não viraria de costas. Aos poucos ela vai sendo enturmada e colocada nas festas mais badaladas de todo o campus, sendo apresentada a todo um mundo novo que ainda desconhecia.

"Nem sempre o que parece divertido é o mais inteligente."

Mas, como na vida nada é perfeito e problemas estão sempre surgindo, Alina terá que lidar com o preconceito por ser uma mulher cursando Engenharia da Computação, com as tentações que a afastam dos estudos, e ainda com os perigos que se escondem atrás de caras amigáveis e bondosas a uma primeira vista. Ela irá descobrir o quão difícil é ser uma mulher em um ambiente machista e que por mais legal e divertido que pareça, as festas escondem coisas horríveis que muitos fingem não ver ou colocam como culpa da vítima.

É o que a cultura do estupro faz com a nossa sociedade, nos cala e nos tolhe os direitos.

Boa Noite possuí um enredo complexo e profundo; ele trata sobre e mostrar na pele as dificuldades que ainda existem para as mulheres quando se encontram em um ambiente machista. De uma maneira natural ele demonstra as complexidades existentes quando uma mulher quer apenas se divertir, mas tem que ficar atenta a tudo que faz ou ingere. É um retrato de uma sociedade preconceituosa onde se tem a estranha – e errada – mania de colocar a vítima como culpada e absolver o culpado independente de sua responsabilidade.

Com personagens fortes e determinados a autora nos conquista aos poucos e nos envolve na trama de uma maneira que faz com que nós – leitores – nos sintamos como se fizemos parte daquele grupo, como se fossemos  um dos amigos. Alina é a típica protagonista feminina forte que mostra que mulheres não são frágeis e que se pode ajudar muito tendo pequenas atitudes, basta querer.

Encantador, diferente, tocante, profundo, inspirador e com uma temática tão importante e polêmica; essa obra tem tudo para ser aquela história que você lê e jamais esquece e que tem vontade de recomendar a todos. Pam Gonçalves não quis escrever apenas mais uma história, ela quis nos ensinar com suas palavras e abrir os olhos de quem não quer ou finge não ver o que realmente acontece, e foi brilhante em sua construção para atingir esse objetivo.  

"Este livro é para todas as meninas, garotas e mulheres. Não deixem que digam que não são capazes, vocês podem ser o que e quem quiserem". Pam Gonçalves.

Leiam, aprendam com o livro, reflitam, repassem o ensinamento e mudem suas posturas... Tenho certeza que depois de ler você verá muitas coisas que já via antes de uma forma completamente diferente!

Um beijo


Ps.: apesar de não conter cenas fortes de sexo, não recomendaria essa leitura para menores de dezesseis anos pela temática e por alguns acontecimentos na estória. 

20 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente porque tambem já fiz essa leitura e gostei bastante. Suas impressões refletem bem as minhas, e a temática é mesmo bem importante e foi bem trabalhada no contexto.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Comprei este livro na bienal de 2016 e está na lista para ser lido em 2017. Acredito que a leitura e esse tema, sejam bem pertinentes.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    este livro parece ser bem intenso, esse tema é tão atual e tão coerente com a nossa realidade, que não pode passar.
    Dica anotada para leitura futura.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu li esse livro no final do ano passado e infelizmente discordo plenamente de vocÊ. A minha nota foi três exatamente porque eu senti falta de profundidade no enredo. Achei a Alina uma personagem fraca e sem muito desenvolvimento, os secundários pareciam estar lá por estar... O tema que a Pam tentou colocar é bem interessante e importante, mas ela se esforçou tanto em passar uma mensagem que se esqueceu de melhorar a história. É bom, mas não achei mil maravilhas. O que eu gostei mesmo foi a escrita fluída da autora.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  5. Quando vi a capa deste livro, me interessei muito por ele e nem sabia que era de booktuber!

    Lendo sua resenha, dá pra notar que não só a capa é bonita, mas o conteúdo também! Gosto muito de livros assim, com protagonistas fortes, que lutam por seus direitos e contra as idiotices da sociedade.

    Quero lê-lo mais ainda!!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  6. OI,

    Que delícia saber que o livro da Pam é lindo. Ainda não li, mas adoro ela como pessoa e booktuber. A capa também é adorável. Adorei a resenha e colocado na lista de desejados de 2017.

    Beijus
    jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Nossa como o livro realmente encantou você, nunca li nada dela e nem acompanho o canal dela, mas falam muito bem. Achei a capa do livro bonita, mas não sei se leria.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Já li esse livro e confesso que gostei muito do que encontrei, mas não o favoritei.
    Achei interessante e forma como a personagem é construída, forte e determinada, mas algumas coisas me incomodaram um pouco. Entretanto, me senti muito próxima da Alina por ter sofrido preconceito com relação ao curso escolhido.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?
    Estou louca para ler esse livro. Primeiro, por ser da Pam, que é uma booktuber que adoro! Segundo, por essa temática sobre as dificuldades que nós mulheres ainda encontramos em ambientes machistas, como em faculdades. Fiquei ainda mais curiosa em saber o quanto esse livro te agradou, sugestão mais que anotada aqui!!


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Esse é mais um livro incrível que li ano passado. Tenho os dois livros que a Pam publicou e adorei a escrita dela. Estou torcendo para que ela escreva mais um livro. Sei que vou amar.

    ResponderExcluir
  11. Não só suas impressões foram boas, mas os quotes que você escolheu foram maravilhosos. Só por eles eu já leria o livro, que aliás, estou anotando.
    Bja

    ResponderExcluir
  12. Essa realmente é uma leitura bastante reflexiva e reflete nossa sociedade hoje em dia. Todos deveriam ler mais obras como essa! Amei cada página, a Pam tem uma leveza na sua escrita, mesmo em se tratando de assuntos sérios.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  13. Gosto de Pam, por isso, ela nos consegue levar para dentro da história, e pelo que vejo em sua resenha esta obra, consegue cumprir tudo que apresenta na sinopse e ainda mais que isso. Gostei dos personagens fortes apresentados por você, e já anotei aqui para ler em breve.

    ResponderExcluir
  14. Tenho vontade de ler esse livro justamente pela maneira que a Pam desenvolve a história. Não costumo ler livros do tipo com toda essa febre de youtubers, mas gosto da maneira da Pam se expor através das linhas. Espero gostar da leitura.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Adorei saber suas impressões sobre a história. Também morro de vontade de ler essa obra justamente pelo tema e a maneira que a autora lida com tudo, que parece ser maravilhosa! Obras com personagens fortes sempre me chamam a atenção, ainda mais com esse tema maravilhoso em questão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Tenho muita curiosidade para ler a obra e conferir como a autora conseguiu abordar o machismo nesse ambiente. Achei uma proposta bem interessante e inusitada, sendo que não li ainda nada parecido.
    Adorei saber suas impressões e espero poder ler em breve.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Já tinha ouvido falar sobre esse livro e tenho muita curiosidade sobre. Ainda não tive a oportunidade de conferir essa leitura, mas creio que isso acontecerá em breve. Gostei bastante da sua resenha, me incentivou bastante.
    O fato da Alina ser uma personagem forte só me faz desejar o livro ainda mais.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Estudei em universidade pública, mas eu nunca soube o que era uma república. Fiquei intrigada com o que se passa ai dentro. Infelizmente, Alina representa a maioria das mulheres que cursam os ditos "cursos para homens". Ai, gente, é tão ridiculo categorizar a profissão como "feito para homem e essa para mulher".
    No mais, eu não gostei da capa mas fiquei interessada porque a premissa trata de um assunto atual.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu li o livro recentemente e gostei muito dele, achei que os personagens são fortes e adorei as reviravoltas proposta. Fiquei muito feliz em ver que você gostou do livro, ele é realmente tocante e tem uma história maravilhosa e única! Meus parabéns pela resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  20. Gente, sabe aquele livro que você sente que PRECISA ler? Então, é este livro.
    Sua resenha me deixou extremamente instigada a ler o livro. Não conheço a Pam, a pesar de já ter ouvido falar muito dela, mas a história tem um enredo que realmente me chamou muito a atenção. Mais uma vez, parabéns pela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir