Resenha: O Executivo Tatuado - Erika Alves

|

                Pense em um livro que você sabe que será clichê assim que se depara com ele, mas mesmo assim algo na história te atrai... Pois então, o livro de hoje é exatamente assim. Composto por um executivo de tirar o folego e uma protagonista de personalidade forte, essa é uma obra que têm tudo para pegar fogo e não deixa nada a desejar, fazendo jus a química palpável entre os personagens. Escrito por Erika Alves e publicado pela Editora Angel a obra O Executivo Tatuado conta com um enredo envolvente, personagens sensuais e reviravoltas em sua trama. Preparem-se porque depois que você se depara com Sean nada mais será o mesmo, principalmente se tratando de tatuagens! ;)



Sean McGregor é conhecido pelos frequentadores da academia Body Ford como “o Executivo Tatuado”. Vaidoso, mas principalmente preocupado com sua saúde, ele se desloca de sua mansão em Miami Beach para se exercitar na academia do amigo Brandon Ford, no coração da cidade, em Downtown Miami. Sean é um homem poderoso e sensual, que sabe usar, na hora da conquista, o seu sex appeal. No show business é implacável e vive à sua própria maneira: livre, leve e solto. Sua aura de poder e virilidade fascinou Allyson Jordan desde a primeira vez em que ela pôs os olhos nos atributos físicos do executivo misterioso. A paixão foi avassaladora. Suas tatuagens são extremamente fascinantes para ela! O rosto magnificamente másculo de Sean também lhe provocou suspiros. Então, Allyson passou a almejar conseguir a atenção daquele homem atraente; no entanto, Sean parecia que não a enxergava. Por ironia do destino ou providência divina, Allyson é prima de Brandon, dono da academia que o executivo frequenta. E quando a jovem, sem planejar, escuta uma conversa entre seu primo e o seu objeto de desejo, em que Sean confidencia que realizará uma seleção para assistente executiva, uma ideia se forma em sua cabeça: Ally se candidatará à vaga e está disposta a fazer de tudo para ser aceita. Contudo, não é exatamente na oportunidade profissional que ela está interessada e tentará, a todo custo, seduzir esse lindo e sexy executivo tatuado!

Informações técnicas:
Obra: O Executivo Tatuado Autor(a): Erika Alves Páginas: 420 Ano de Lançamento: 2016 Cortesia:  Editora Angel Avaliação: 4/5 estrelas Onde comprar: (Gere seu cupom de desconto antes de comprar nos sites pelo Cupom VálidoAmazon / Editora Angel – Loja


                Alysson é uma jovem mulher que tem uma vida estável, adora ir a festas e tem aversão a relacionamentos. Com uma infância difícil cercado por pessoas interesseiras depois que ficou órfã, ela nunca recebeu amor e teme a aproximação de desconhecidos por medo do que isso virá representar. Mesmo odiando se exercitar, todos os dias ela se força a acordar cedo e ir até a academia de seu primo Brandon por uma motivação que nada tem haver com seu corpo, mas sim com um certo executivo tatuado que frequenta o lugar. Desde o primeiro dia que o viu por lá, ela se interessou por ele, mas sem ter coragem de chegar nele, ela passa todos os dias a apenas observar Sean de longe enquanto ele realiza sua sessão diária de exercícios – o que inclui tirada de camisas – o que só faz aumentar seu desejo por ele.

Allyson acompanha as flexões musculares do peitoral definido, como se hipnotizada. Sua boca está seca, e seu coração, disparado... Ela já perdeu a conta de quantos banhos tomou para tentar se livrar desse fogo, que lhe corrói as entranhas todas as vezes que vê esse homem extremamente sensual a se exercitar.

                Sean McGregor é um grande empresário, dono de uma beleza arrebatadora, extremamente rico e muito sexy. Ele é um homem que conhece seu potencial e sabe que consegue ter a mulher que quiser, e tem sempre que uma desperta seu interesse, mas não as deixa passar a noite com ele e nunca passa disso: um caso de uma noite. Extremamente reservado no quesito pessoal, poucos conhecem sua história ou sua família, algo que ele faz questão de manter. Seu foco é continuar sendo bem sucedido na empresa que criou tendo pouco tempo para algo além do meros casos e cumprir sua rotina de malhação na academia de seu amigo. Extremamente focado, ele nunca demonstrou nenhum interesse por quem se encontrava por ali, o que nunca foi suficiente para desmotivar as mulheres que ele deixava babando no caminho.

                É então que quando Ally descobre que ele está à procura de uma nova assistente, e ela – apesar de não ter uma vida financeira ruim – está mesmo precisando de um emprego, resolve se candidatar a vaga para poder ficar mais perto de seu cobiçado e até quem sabe seduzi-lo para conseguir o que quer: ele. Determinada e de personalidade forte, ela não se deixa abalar pela postura do executivo retribuindo cada provocação com ousadia e deixando Sean intrigada com essa mulher que não tem medo de falar o que pensa.

Não sou uma donzela em apuros que sonha com um príncipe encantado. Sou uma mulher sensual que luta por aquilo que deseja.

                Desde o momento que Allyson entrou pela porta de seu escritório, Sean teve a certeza que não conseguiria ficar imune a ela; e como ele não é um homem de não ter o que quer e nem de se negar a ter um desafio, decide que irá contrata-la e ver quanto tempo levará até que ele a tenha na sua cama, bom, não necessariamente em uma cama. Ela está determinada a tê-lo, mas não deixará que isso aconteça sem que ele se esforce. Ele está determinado a tê-la e não se importará de se utilizar de suas artimanhas para isso. Com uma química intensa entre eles, só há um possível resultado. Mas seriam as coisas tão simples assim? Quanto mais tempo eles passam um com o outo, mas eles passam a nutrir sentimentos que nenhum deles estava interessado quando começaram; e com o passado constantemente vindo à tona, seria possível eles superarem o trauma existente em cada um para que o que começou como um desafio viesse a se tornar algo mais? Alysson deseja Sean com todas as forças, mas ela terá coragem de ir até o fim?

Engulo precariamente a saliva. Oh, bitch! Escutei corretamente? Não pode ser! Não quero ouvir essa pergunta. Não agora. Nem nunca! Eu... não sei lidar com relacionamentos sérios.

                Com um enredo clichê e com uma protagonista que deixa em duvida o leitor acerca de sua verdadeira personalidade, esse é um livro que tinha tudo para ser apenas mais um, mas que se torna mais que isso através de uma escrita fluida e envolvente que não deixa o leitor sem vontade de ler o que vem a seguir mesmo que já se consiga imaginar o desenrolar. Essa não é uma história complexa, muito menos diferente do que cansamos de encontrar por ai, no entanto, ela tem algo em si que não deixa que ela se torne monótona ou entediante. Rapidamente o leitor é levado a passear por suas páginas e torcer para encontrar a próxima página que irá arrancar boas risadas ou esquentar o ambiente em que se encontra.



                Mesmo sendo uma obra de extrema qualidade, alguns pontos me incomodaram e me fizeram não poder dar nota máxima para ela. Um desses pontos foi Ally, a protagonista da história, que é uma menina rica e mimada e está acostumada a ter o que quer. O meu problema não foi com o fato dela ser uma “patricinha”, mas sim com o fato de que ao mesmo tempo em que ela é completamente ingênua ela também era uma mulher forte e determinada, quase como se nem ela soubesse ao certo o que ela é. Aos 23 anos ela ainda é virgem, mas é totalmente atrevida de uma forma que não combina, ela está determinada a ter o Sean e ao mesmo tempo em alguns momentos ele travava e demonstrava algo completamente diferente. É claro que ninguém é seguro o tempo todo, mas teve alguns momentos que suas mudanças me incomodaram... Sem falar o fato dela se interessar mais em estar trabalhando por ser com ele, do que para realmente ser independente.

                Já em relação ao Sean também não encontramos nada de novo. Ele é um homem lindo e jovem que atrai a atenção das mulheres por onde passa e que as usa sem nem se importar; a não ser que ele tenha algum interesse. No inicio ele passa a querer estar com Ally apenas porque ela o provoca desde que se conheceram e ele não diz não para um desafio. No entanto, depois, ao decorrer da história, somos capazes de ver outro lado que ele geralmente não mostra e que envolve aquele que ele mais ama na sua vida: sua mãe. Já a relação dos dois é algo bem interessante e divertido de se ver; é nítido que eles sentem algo bem forte um pelo outro, mesmo que isso tenha acontecido de forma tão rápida que é difícil de ser atribuído a uma situação real – o que incomoda um pouco, porque as coisas não são tão rápidas assim e essa é uma característica que muitos livros, infelizmente, adotam.

                Sua construção segue os padrões clichê onde eles se conhecem, tem aquele curto período de provocações e logo em seguida passam a estar juntos; ou seja, nada que surpreenda o leitor. No entanto, ela também conta com elementos que ajudam a tornar uma história interessante, com personagens bem construídos e que possuem traumas, que são sensíveis e determinados. Constantemente também é inserido alguma reviravolta para atribuir uma maior mobilidade da história, o que propicia uma boa desenvoltura a história e impede que seja completamente igual apesar de seus elementos em comum com outras obras.

                Quanto à edição eu não posso falar muito porque eu recebi da Editora Angel a versão digital, mas tirando alguns erros que eu acredito que podem ter sido na hora da diagramação, a história está bem revisada e não contem erros que atrapalhem a leitura. Todos os capítulos contam com uma fonte especial e trabalhada, seguida pelo titulo e pelo nome - em cor diferente – de quem está o narrando. Em nenhum momento o leitor se sente perdido sobre qual o tempo que se trata e a quem pertence aqueles pensamentos e ações, o que é um ponto muito bom! E é claro que eu não poderia falar da capa que está muito linda e combina perfeitamente com a história, criando um vínculo entre sua trama e sua impressão a primeira vista. 

                Em síntese é um livro que é repleto de cenas hot e por isso não é adequado para menores de dezoito anos, mas que encanta mesmo com seus elementos clichês e surpreende pelas inovações. É uma obra cuja leitura você é capaz de realizar de forma rápida e a escrita da autora não deixa a desejar e envolve o leitor. Os personagens são bem construídos, com aquelas ressalvas já comentada anteriormente, e conquistam o leitor com seu jeito, mas não fogem dos padrões do estilo da história. Em alguns pontos eu notei que a Erika tentou inserir mais elementos, talvez para diversificar e diferenciar sua história, mas não soube aproveitar tudo que se propôs a realizar. Na minha opinião, em alguns momentos houve um pouco de perda de foco por ter muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, mas ainda sim não acho que tenha prejudicado de forma a torna-la ruim.

                O Executivo Tatuado é uma obra capaz de despertar as mais variadas sensações no leitor. Apreensão, alegria, raiva e medos são apenas um pouco do misto de emoções experimentados por quem se aventura nessa história. Com uma linda história de amor que vai além da sensualidade, aqueles que se despuserem a conhecer essa obra irão encontrar também uma história sobre se doar para o outro e encontrar o amor verdadeiro em suas mais diversas formas.  Para os fãs do gênero, essa é uma obra que irá agradar e conquistar seus corações, e para aqueles que não são tão acostumados com ela, irão se deparar com uma obra que poderá vir a se tornar uma das mais belas que já leu. Com uma capa que chama atenção esse é um livro que você só saberá como se sente ao terminar de ler, por isso se permitam desfrutar de uma história simples, mas que é ideal para aqueles momentos que você só quer relaxar e mergulhar em um bom livro!

Um beijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário