Resenha: Destino Cruzados - Mirela Paes

|

Destinos Cruzados da autora Mirela Paes vem pra mostrar o que já ficou conhecido por aqueles que os leitores de sua primeira obra publicada já sabiam: o talento nato dessa autora para criar histórias envolventes e apaixonantes. Com lições de vida presentes a cada página e personagens que encantam com sua simplicidade e realidade, essa obra tem trilhado caminho direto para os corações daqueles que a leem. Com uma capa que enche os olhos e uma diagramação que encanta com cada detalhe, esse livro se mostra uma obra completa e uma excelente aposta para a lista dos melhores da literatura nacional de 2017.


Sarah Clark vai cair na estrada e viver a sua maior aventura: se descobrir. É ao lado dos amigos que ela vai se permitir curtir a vida como nunca havia feito antes. Ela tomará decisões importantes sobre seu futuro, se apaixonará verdadeiramente e terá a certeza de que é capaz de vencer qualquer desafio.

Sarah sempre foi uma garota tímida e reservada, e, mesmo não se sentindo à vontade, era comum estar sob a luz dos holofotes. Seu pai é um famoso diretor de blockbusters e sua mãe, curadora de um dos mais respeitados festivais de cinema indie do mundo. Para completar, seu namoro estava em crise, e James Scott era nada menos que o pop star dos filmes teens do momento. Sua melhor amiga havia contracenado com ele no filme que o revelou. É querendo fugir desse meio louco que ela cai na estrada. O que não imaginava era que em pouco tempo acabaria se encontrando e libertaria a sua artista interior...

Informações técnicas:
Obra:  Destinos Cruzados Autor(a):  Mirela Paes Páginas: 173 Ano de Lançamento: 2017 Editora: Qualis  Avaliação: 5/5 estrelas Onde comprar: Amazon / Saraiva


Definitivamente eu estava livre para voar.

Quando se vive em Hollywood ter uma vida normal não é fácil. Sarah Clark aprendeu isso desde cedo ao ter que lidar com as constantes invasões de privacidade em sua vida por ter pais famosos, uma melhor amiga e um namorado cujas carreiras de atores são um grande sucesso. Sem ter o seu espaço respeitado e tendo sua vida o tempo todo controlada em prol da imagem, ela é alguém que se encontra saturada de todos esses holofotes que a acompanham e os quais ela odeia. Tímida e muito talentosa, ela é alguém que odeia chamar a atenção principalmente por causa daqueles que a cercam; estudante e amante das artes, ela só deseja ter seu trabalho reconhecido (de preferencia sem que ela tenha que atrair muita atenção) pelo que ele é e não pela família da qual faz parte.  

Minha privacidade estava sendo invadida de uma forma que senti como se não fosse mais ter paz.

Cansada de ser criticada por não ser a namorada perfeita para James Scott ou até mesmo a amiga que Rebecca merece, Sarah se vê saturada de tudo que a cerca. Com seu relacionamento conturbado, ainda mais depois da última viagem que sua amiga a levou, ela se vê cada vez mais confusa acerca de que caminho seguir e principalmente de como lidar com quem ela é e o que isso representa para sua vida. Sem se encaixar em lugar nenhum, a não ser em meio aos seus desenhos e pinturas, Sarah acaba por entrar em crise fugindo mais uma vez para longe das atenções indesejadas em um de seus dias mais importantes. O que ela não esperava era que Rebeca fosse ter outros planos para as duas.
 – Eu sempre disse que você deveria viajar mais. Conhecer o mundo.

Sendo surpreendida com uma viagem surpresa preparada pela amiga, ela não vê outra alternativa a não ser acompanha-la nessa loucura; principalmente quando sua família insiste em querer faze-la ser como não é.  Escapando, ambas partem em direção a uma aventura de uma semana por diversas cidades; mas o que Sarah não esperava era que elas não estariam sozinhas nessa estrada.  Ao lado da banda que deu inicio a toda essa confusão dentro dela, Sarah se verá descobrindo mais sobre ela do que imagina, principalmente com um certo integrante determinado envolvido. Partindo pelas estradas do Estado, eles irão embarcar em uma última turnê antes de seu fim definitivo descobrindo que nunca é tarde para recomeçar. Mas estariam elas também preparadas para o que o destino reservará para elas?

Estradas que se atraem. Corações que se completam.

Deixando os medos e inseguranças de lado, Sarah e Gabriel te convidam a embarcar na estrada com eles nessa busca pelas estradas do desconhecido. Você está preparado para aceitar o desafio? 


Destinos cruzados é uma obra que veio para reafirmar aquilo que sempre dizemos a vocês ao refletir o talento nacional de mais uma autora que pouco a pouco ganha destaque no meio com suas obras envolventes, divertidas e cheia de lições de vida. Usufruindo de clichês com toque de originalidade, Mirela Paes, soube agregar realidade a sua obra, sem deixar de lado a diversão e o jeito de ser dos jovens. Se mostrando algo que não foi escrito apenas para entreter, a cada página vemos seus personagens aprendendo mais sobre si e ensinando-nos um pouco sobre nós mesmos ao acompanharmos. Despretensiosamente, essa é uma obra com a qual rapidamente nos identificamos tornando impossível de ser largada até a última página, e muito difícil de ser esquecida tão cedo assim como a seus personagens. 


Sarah está longe de ser a típica protagonista encontrada em diversas obras, vindo de uma família de boa situação financeira e famosa ela tinha tudo pra ser daquelas que acreditam ser o centro das atenções e extremamente fútil; mas o que encontramos é o completo oposto, se mostrando uma mulher sensível, tímida e que odeia ser o centro das atenções, ela rapidamente conquista nossos corações e nos envolve em sua trajetória de auto descoberta sobre si e sobre o verdadeiro amor. Se provando uma amiga verdadeira e leal além de ser uma artista talentosíssima, essa é uma personagem que rapidamente ganha espaço nos corações dos leitores ensinando enquanto aprende e mostrando que é preciso aprender a viver independente do que isso pode acarretar para sua vida. Muito bem construída, ela é alguém que condiz facilmente com alguém real, e que cria uma empatia desde o primeiro momento com seu jeito simples apesar do estilo de vida que possui se tornando uma personagem que facilmente ganha os corações e cativa com seu jeito de ser angariando um espaço na vida de seus leitores.

Rebeca por outro lado é uma personagem que apesar de ser secundaria, ganha destaque ao longo da trama com uma personalidade totalmente diferente da Sarah; extrovertida, um pouco doida, e uma amiga de verdade, ela é alguém que mesmo sem conhecermos muito logo nos cativa e ganha nossos corações nos fazendo torcer para que ela consiga o que tanto deseja: uns dias de normalidade e onde ela possa comer sem contar calorias. Gabriel por outro lado é um garoto que surpreende com seu jeito tímido e reservado, apesar de ser alguém cuja beleza ganhe destaque. Mesmo sendo um músico, ele é alguém que não se mostra a vontade com a atenção e que nitidamente não tem prática na arte da conquista (apesar de ser fofo). Mesmo gostando de Sarah, em nenhum momento ele força nada em relação a ela, demonstrando a atitude que todo homem deveria ter e saber: a de respeitar a vontade da mulher.


Com uma narrativa que segue um fluxo intenso de reviravoltas e descobertas, esse livro surpreende com sua profundidade e desenvolvimento das relações entre eles. Mesmo sem muito contato ou sem conhecer profundamente suas vidas, nos vemos torcendo pelo seu final feliz e por aquilo que elas mais desejam: a chance de escolherem aquilo que desejam. Muito bem desenvolvido, somos inseridos dentro da trama como se fizéssemos parte dela; sem contar a ausência de pontas soltas ou detalhes desnecessários. Nela cada personagem apresenta um papel e se mostra essencial para essa obra cujas lições saltam aos olhos do leitor na mesma medida em que lhe roubam o coração despertando os mais variados sentimentos. Feito com esmero, essa é uma história que reflete o talento de uma autora ainda relativamente nova no mercado, mas que já mostra saber como criar obras de forma a emocionar profundamente entregando mais do que apenas meras palavras soltas em uma folha de papel!

Com uma edição pela qual é impossível não se ver atraído, sua capa logo de cara torna impossível ao leitor não se sentir atraído e desejoso de tê-la em sua estante como num caso de amor à primeira vista. Remetendo e sintetizando bem o clima da obra, a Editora Qualis soube criar um visual impressionante garantindo uma excelente primeira impressão. Sua diagramação simples, mas com os toques certos de detalhes, surpreendem a cada página por sua sutileza que agrega ao enredo o toque certo e remete ao que se encontrará ao longo das paginas. Com uma revisão muito bem feita, erros quase não são encontrados durante a leitura que passa sem interrupções ou falhas que a atrapalhem. Sua fonte juntamente as pagina amareladas da edição também é outro ponto que merece destaque por propiciarem momentos de prazer sem esforço da visão e dores de cabeça - problemas tão comuns aos apaixonados pela literatura. Sem exageros, mas com os toques certos e uma trama de tirar o fôlego, Destinos Cruzados é uma obra que se mostra um pacote completo que em nada deixa a desejar tanto na parte gráfica quanto na criativa, seguindo o padrão de excelência pelo qual a Qualis e a Mirela Paes são tão conhecidas.


Destinos Cruzados é uma obra que pode ser lida por jovens e adultos sem nenhum problema devido à escrita de Mirela Paes que escolheu não dar um foco maior para as cenas +18, e apresentando uma história regada a descobertas e realizações além de um romance de tirar o folego e derreter corações. De um jeito simples, mas carregado com sentimentos e paixões, esse livro te ensina a se renovar e renovar sentimentos a muito esquecidos para que se possa ter uma vida mais leve, regada a momentos de felicidade e extremamente prazerosa. Muito bem escrita, é nítido o talento que a autora apresenta para desenvolver obras fluidas, capazes de pegar elementos tão clichês e transformá-los em algo único evitando desenvolvimentos já tão batidos em outras obras do gênero.

Rápida, essa é uma obra que não se apoia em paginas extensas para apresentar qualidade; de forma sucinta, somos apresentados a um desenrolar que em nenhum momento acaba por ser acelerado ou se estende desnecessariamente, mas que combina perfeitamente ambos para nós propiciar uma história que nos leva em uma viajem repleta de descobertas regados a trilha sonora do amor. Envolvente, mas sem ser meloso, essa é uma obra capaz de cativar até o mais dificil dos leitores, além de se mostrar uma escolha acertada como companhia para os momentos de prazer. Leiam, se permitam e embarquem nessa história cuja viagem irá mudar não só a vida desses amigos, como a sua também!

Um beijo 



6 comentários:

  1. Olá!
    Não conhecia essa obra, mas gostei bastante da sua resenha e de como a autora levou esse romance que parece bem envolvente.
    Certamente me agradaria ler e conhecer mais de Gabriel e Rebeca.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Ainda não tive a oportunidade de ler algo da Mirela, mas pelo visto ela manda bem, uma vez que só sua resenha já me cativou, ainda mais quando percebo toda fluidez que a escrita possui, isso conta muitoooo pra mim.
    Deixo a dica anotada e espero ler algo dela, com destaque para Destinos Cruzados.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Amei sua resenha! Passou tanta intensidade sobre a história que quero ler o livro sim!
    Sarah parece uma protagonista incrível e quero conhecê-la. Essa edição está mesmo bem bonita. Só a capa já me conquistou. rsrs...
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiee ^^
    Sabe que eu não gostei da capa? *-*
    Eu ainda não conhecia esse livro, e mesmo vendo que, apesar de ter elementos clichês, a história também tem um quê de originalidade, não fiquei muito ansiosa para ler. Mas quem sabe um dia, né? Fiquei receosa ao ver que o livro tem poucas páginas, isso sempre acaba me assustando um pouco.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o livro, mas como sempre a resenha está ótima. Parabéns pelo trabalho.

    Abs
    Douglas
    www.viagemdahora.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tinha ouvido falar do livro e nem da autora, mas fiquei bem curiosa e parte disso é culpa das suas fotos lindas na resenha.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir