Resenha: Sem Fôlego - Abbi Glines

|



Sem Fôlego é mais um livro que apresenta uma nova cidade iniciando a série envolvendo no cenário que irá compor os próximos nove livros: Sea Breeze. Trazendo uma estória diferente das anteriores e muito apaixonante, essa nova série se mostra promissora com um livro que tira o folego e cativa rapidamente o coração dos leitores. Seguindo um ritmo intenso e fluido, Abbi Glines vem mostrando todo o seu talento em mais uma de suas tramas com personagens impactantes e profundos, sem deixar de surpreender e ensinar com lições importantes sobre amor, amizade e a criança interior existente em cada um. De forma simples, mas completamente apaixonante, somos levados a descobrir o quanto a vida pode mudar em questão de meses! Confiram:




Com mais de 400 mil livros vendidos no Brasil, Abbi Glines é autora do best-seller Paixão Sem Limites e de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, do USA Today e do The Wall Street Journal.


Sadie White acabou de se mudar com a mãe grávida para a cidade litorânea de Sea Breeze, mas seu emprego de verão não vai ser na praia. Como a mãe dela se recusa a trabalhar, Sadie vai substituí-la como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha.


Quando os donos da casa chegam para as férias, Sadie se depara com ninguém menos que Jax Stone, um dos roqueiros mais desejados do mundo. Se Sadie fosse uma garota normal – se ela não tivesse passado a vida cuidando da mãe e dos afazeres domésticos –, talvez estivesse impressionada com a ideia de trabalhar para um astro do rock. Mas ela não está.

Na verdade, é Jax quem fica atraído por ela. Tudo a respeito de Sadie o fascina, mas ele luta contra esse desejo: relacionamentos nunca funcionam em seu mundo e, por mais que ele queira Sadie, sabe que ela merece algo melhor. Conforme o verão passa, no entanto, essa paixão começa a deixá-lo sem fôlego – e é como se Sadie fosse a única pessoa capaz de lhe devolver o oxigênio.


Será que o amor entre os dois pode superar as diferenças em seus estilos de vida? Jax e Sadie vão precisar respirar fundo e mergulhar nessa relação para descobrir.


Informações técnicas:

Obra:  Sem Fôlego Autor(a):  Abbi Glines Páginas: 272 Ano de Lançamento: 2018 Editora: Arqueiro  Avaliação: 4/5 estrelas Onde comprar: AmazonSaraiva



–Você é todas as canções que já cantei. Nunca mais vou deixar nada magoar você. Pela primeira vez na minha vida, meus sonhos não têm a ver comigo. - Levantei os olhos para encontrar o seu olhar e ele sorriu. - Eles têm a ver com você.


Sadie White é uma garota de dezessete anos que está longe de ter uma vida normal; com grandes responsabilidades que deveriam caber a sua mãe, ela se vê todos os dias preocupada em como manter a casa, garantir que ela e sua mãe tenham o que comer, pagar as contas e tentar evitar que sua mãe acabe por se meter com mais alguém sem futuro gerando uma gravidez indesejada - motivo pelo qual diariamente ela coloca preservativos na bolsa dela na esperança que ela os use. Se dividindo entre escola e trabalho, a garota quase não sai de casa e nem tem amigos, visto que sua preocupação diária acaba tendo que ser garantir que entre dinheiro em casa. No entanto, quando sua mãe mais uma vez se vê grávida de um cara que não irá assumir as responsabilidades, Sadie se vê em meio aos caos que é ter sua mãe já com a gestação avançada e sem conseguir ir trabalhar.


A vida sempre foi uma batalha para mim. Pelo que sei, também não costuma ser lá muito tranquila para todas as outras pessoas (...).


Precisando do dinheiro, elas não podem se dar ao luxo de perder o emprego que paga tão bem e que é a chance de sustento - ainda mais agora com um bebe a caminho. Sua mãe, no entanto, parece não ligar para esses detalhes visto que exausta como está ela se recusa - e também nem conseguiria - ir trabalhar como doméstica na mansão que deveria. É então que em plenas férias, Sadie se vê sendo incumbida de assumir a responsabilidade de ir no local de serviço da mãe para trabalhar no seu local. Ela só não esperava que sua mãe estivesse a trabalhar em uma das mansões do rockstar mais desejado do momento: Jax Stone. Tendo que lutar para garantir a chance de manter o serviço, visto que eles não estão muito convictos de que colocar uma adolescente para trabalhar ali na mansão perto do astro seja uma boa ideia, Sadie se vê tendo que provar seu valor e que está longe de ser uma jovem deslumbrada que tem ataques histéricos por causa de alguém famoso - ainda que ele venha a causar sensações completamente novas em seu corpo.


Olhei pra ele mais uma vez e entrei. Fechei a porta e me recostei contra ela. Jax Stone havia acabado de abalar o meu mundo, e eu não sabia direito o que fazer quanto a isso.


Jax Stone não vê a hora de chegar em sua casa em Sea Breeze e se ver longe de toda a atenção indesejada na qual é obrigado a aturar por sua carreira. Tendo sua mansão como seu local de fuga, ele só quer ter a chance de ter paz e passar um tempo ao lado de sua família como alguém normal. No entanto, quando ele chega lá e se depara com uma jovem deslumbrante, ele acaba por se ver desejando cumprir os desejos dessa garota que com certeza é uma fã que conseguiu se infiltrar ali. Se vendo totalmente atraído por Sadie, ele está determinado a tê-la, mas quando ele descobre que ela não está nada interessada em quem ele é, e está longe de ser uma fã, novos sentimentos passam a surgir. Demonstrando um lado diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver, Sadie se vê cada vez mais atraída por Jax...


A garota que nunca achou que se apaixonaria afinal se apaixona pelo único cara que ela jamais poderá ter. De alguma forma, estar sentada ali comparando a minha vida a uma peça de Shakespeare provava quanto eu havia me apaixonado.


Acostumado a ter as pessoas próximas por interesse, seu desejo vem se tornando ainda mais forte por essa jovem tão diferente das outras... Mas com estilos de vida completamente diferentes, será que eles serão capazes de encontrar uma forma de fazer dar certo ou eles terão que desistir desse sentimento que os deixam sem fôlego sempre que estão juntos? Em meio a reviravoltas e uma história repleta de emoção e de partir o coração, Abbi Glines convida você a descobrir mais sobre essa trama que é apenas o começo dessa série envolvendo esses jovens de Sea Breeze... 


- Infelizmente, acho que não vou conseguir mais ficar apenas olhando você de longe. Acredite em mim quando eu digo que me esforcei muito para não pensar mais em você.
 
 

Sem fôlego é o primeiro livro da mais nova série de Abbi Glines que encanta a todos com seus personagens bem construídos e histórias de amor apaixonantes. No entanto, mesmo se apresentando uma obra longe de poder ser considerada ruim, esse primeiro volume é um livro que se mostra envolvente, fluido, mas longe de ser um de seus melhores trabalhos. Com uma história clichê, ainda que extremamente bem construída, essa não é uma trama que irá mudar vidas, ainda que seja extremamente prazeroso de acompanhar. Simples, rápido e com uma edição que combina e atrai, o primeiro volume de Sea Breeze é aquele típico enredo que você aproveita cada segundo, ainda que não te marque para sempre!




Sadie White é uma jovem que desde muito cedo se viu sendo obrigada a ser diferente dos outros da sua idade. Repleta de responsabilidades ela sempre acabou por ter que se dedicar mais à escola - visto que não havia chance para fracassos na sua vida - ao mesmo tempo em que se dividia entre empregos de meio período e cuidar de sua mãe que estava longe de se comportar como uma. Determinada, ela sabe exatamente o que tem que fazer para alcançar seus objetivos e poder ter uma vida melhor, no entanto, cuidando de sua mãe que agora se encontra grávida de outro homem que se mostra perto de ser uma escória, ela nunca teve ninguém para cuidar dela - algo com o qual ela já se acostumou. Sendo forçada a ir ao limite de seu corpo muitas vezes, ela é alguém que tinha tudo para ser uma jovem revoltada, mas se mostra alguém que não se ressente (pelo menos na maior parte do tempo) de ter que ser a adulta responsável e carregar responsabilidades que estão longe de serem atribuídas a sua idade. Centrada, ela nunca foi daquelas que se deslumbra por qualquer pessoa, e muito menos possuí uma autoestima elevada de forma a ser consciente de sua própria beleza, mesmo assim, sua aparência chama a atenção sem esforço, motivo pelo qual ela se vê diante de um ávido interesse de um dos maiores ídolos: Jax Stone. Muito bem construída por Abbi Glines, Sadie é uma daquelas protagonistas que logo nos cativa com seu jeito de ser e desperta em nós revolta por tamanha responsabilidade ser atribuída a alguém tão jovem; longe de ser mimada ou fútil, ela é alguém que torcemos e que desejamos que possa realmente ser feliz, ainda que sua vida seja cercada por muita luta.

Jax Stone por outro lado é um protagonista que me fez sentir emoções conflitantes durante a leitura. Se mostrando um cara sensível que realmente tem a música como sua paixão, ele é alguém que se mostra além do que um mero astro fútil e cheio de dinheiro; algo que faz com que o leitor crie um carinho por ele e pelo seu estilo de vida que o obriga a fugir para um lugar desconhecido apenas para poder ter um momento de paz. Por outro lado, seu jeito confiante que o faz ter certeza que pode ter Sadie se assim desejar, nos faz ter certa repulsa, visto que conflita diretamente com seu outro lado. No entanto, conforme vamos conhecendo mais sobre si e que ele realmente vai tendo sentimentos mais intensos por ela, ele volta a fazer com que o leitor torça por sua felicidade... Ainda que sua indecisão e atitudes em determinados momentos façam com queiramos matá-lo. Ao mesmo tempo em que ele deseja Sadie e não deixa que ninguém se aproxime, ele também a afasta com temor do que sua fama pode causar na vida da jovem. Completamente indeciso, ele nos irrita ao parecer estar fazendo um joguinho com o coração da jovem - ainda que a gente compreenda seus motivos. Muito bem construído também, ele é alguém que a gente ama amar e odiar, mas que não consegue deixar de torcer para que encontre seu final feliz. Diferente dos astros fúteis e que pensam só em si, Jax é alguém construído de forma a apresentar realidade e ser diferente de outros astros de rock de histórias. Intendo e real, esse é um dos personagens de Abbi que se mostra extremamente fácil de se apaixonar, ainda que seu enredo seja um completo clichê.




Narrado em primeira pessoa, alternando o ponto de vista entre os protagonistas, Sem fôlego é uma obra feita para realmente introduzir o novo cenário onde se passará a série Sea Breeze, assim como a seus futuros personagens que aparecem em peso nesse primeiro volume de forma a irmos nos familiarizando e torcendo pelos seus finais felizes. Seguindo o padrão de escrita da autora, nos deparamos com um enredo fluido, uma trama bem entrelaçada e real, além de um romance leve e clichê com personagens intensos e cheios de personalidade. Simples, Glines não tenta criar algo mirabolante e nem único nessa obra; ainda sim, mostra seu talento em cada capítulo repleto de emoção e suspiros por parte do leitor. Mesmo longe de ser um de seus melhores livros já publicados, ele não deixa de ser uma obra gostosa e que vale a pena ler, visto que mesmo em meio a clichês já tão batidos, ele ainda sim é capaz de acelerar o coração com sua história bonita acerca de primeiros amores e superação.

E falando em coisas bonitas, a edição feita pela Editora Arqueiro mais uma vez transborda primor, cuidado e preocupação. Mantendo a diagramação simples, mas com a letra em tamanho ideal e os capítulos bem divididos, essa é uma obra que não cansa na hora de ler (ainda que eu tenha lido apenas a versão em e-book) e cujos erros não foram encontrados durante a leitura! Delicado, na medida certa e prometendo ser uma coleção linda de se ter na estante, esse primeiro volume se mostra promissor diante do que virar a seguir e nos deixa ansiosos pelos próximos!




Sem fôlego é aquela obra que não chegava decepcionar, mas ao mesmo tempo não se mostra arrebatadora ou única em seu enredo. Cumprindo seu papel ao introduzir seus novos personagens regados a uma história clichê de primeiro amor, Abbi Glines mostra mais uma vez seu talento na escrita ao ser capaz de envolver o leitor em suas páginas por horas sem nem ser sentido. Ainda que pudesse ser bem mais, essa é uma história sobre a vida e suas dificuldades, sobre primeiros amores e recomeços e sobre aprender mais sobre si diante das situações que a vida nos empurra. Clichê, mas sem perder em nenhum momento aquele brilho e aquela paixão, essa é uma obra que encanta ainda que possa se parecer com inúmeras outras por apresentar seu jeito único mesmo em meio a detalhes tão iguais.

Buscando proporcionar momentos leves e agradáveis, esse é um livro que reúne as melhores características de todas as obras e entrega diversão, suspiros e um romance bonito de se ver. Ainda que existam personagens muito mais fortes e estórias muito mais impactantes por aí, a autora consegue fazer com que seus protagonistas não se tornem apenas mais um por aí, tornando os alguém com quem vamos lembrar com carinho através de suas características e personalidades marcantes e meigas. Ainda que não tenha se tornado favorito, essa é uma daquelas estórias ideais para serem lidas para se sair de uma ressaca literária ou quando se quer uma obra divertida e que nos levará a ter bons momentos, visto que Abbi não decepciona quando se trata de tramas envolventes e repleta de emoções. Indico a leitura a todos que já sentem falta de sua primeira série e/ou desejam embarcar em mais uma aventura ao lado de personagens que irão mudar muita coisa em Sea Breeze. Portanto, se você é uma dessas pessoas, leia sem medo...Recomendo!

- Espero que algum dia eu consiga evocar em alguém tão incrível como você esse tipo de amor e desejo.
Eu me virei para ele.- É a coisa mais incrível no mundo quando se está junto, mas, quando acaba, dói. Dói mais do que é possível imaginar.”                                                 

Um beijo


11 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Essa nova série tem tudo para ser um sucesso! Só leio resenhas positivas a respeito <3
    Adoro quando a narrativa intercala entre os dois personagens, pois, dá uma visão maior dos acontecimentos... Achei os personagens bem legais, carismáticos e a história parece ser deliciosa.
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiie, tudo bom?
    Mesmo gostando de romance este livro não me dispertou muito interesse confesso, mas o fato dos dois narrarem deixa tudo diferente. Não gostumo ler livros com dois narradores sem ser do genero fantasia, então fiquei bastante curiosa para ler este. Ótimo post, amei as frases e como você descreveu o livro, as imagens estão ótimas também.

    ResponderExcluir
  3. Tenho bastante vontade de ler algo da Abbi, mas fico horrorizada com o tamanho das séries dela e foi exatamente isso que aconteceu quando começaram a divulgar essa série. Tenho pra mim que se é mais um clichê ( que eu amo) porquê não fazer livros únicos. Passo a dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Por mais que você tenha batido bastante na escrita da autora e nos pontos fracos da obra (que é bom conhecer antes de ler), não me senti fisgada pela história :( não costumo reclamar de clichês e leio praticamente de tudo, mas esse não conseguiu me comprar.
    Mas gostei da resenha!
    E fiquei com medo de uma coisa... 9 livros? Sério? :O Ta pior do que GOT isso aí kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Não faz muito meu estilo de leitura, mas eu amei de verdade os quotes que você colocou.
    Sem contar que suas fotos e sua resenha foram feitas com muita dedicação e capricho!
    Gostei da Sadie, me parece uma personagem bem marcante e decidida.
    Valeu pela sugestão.
    Beijão!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?

    Ufa, achei que seria a única que não gostou tanto dessa obra. Quando a Arqueiro estava lançando os livros da Abbi Glines, eu li e acabei gostando. Apesar de não achar livros perfeitos, é daqueles que eu leio sem ver o tempo passar e é gostoso de ler quando precisava de algo leve. Eu estava tão na "vibe" dos seus livros, que acabei adquirindo (em inglês mesmo) o Sem Fôlego e não gostei tanto. Apesar de ter uma narrativa fluída, não me envolvi tanto na história e acabei desistindo dessa série. Percebi que prefiro mesmo o Rosemary Beach (apesar de me recusar a ler o 13, rs) xD

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação, mesmo assim :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Oi Brooks!

    Tudo bem? Então, eu já tentei ler aquela outra série da Abbi, Rosemary Beach (?) bem antes de ela ser lançada aqui pela Arqueiro e apesar de ter adorado a escrita da autora, não consegui passar do segundo livro porque não gostei da construção dos personagens e do rumo que a história tomou. Honestamente, mesmo todo mundo falando bem dos livros seguintes (que tem vários de vários personagens!) nunca mais animei a voltar a ler Abbi e mesmo você tendo claramente amado Sem Fôlego eu vou ter que passar a dica porque já li outras resenhas que falam sobre como esse livro é parecido com a série anterior dela.

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem? Apesar de ser uma amante dos romances, esse não despertou em mim a vontade de lê-lo. Me parece uma história já muito batida, muito parecida com tudo que lemos e está tão na moda agora por causa do 50 tons. O Homem bonzão querendo a pobrezinha inocente. No momento estou esgotada desse tipo de romance, mas quem sabe no futuro darei uma chance a essa série. Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  9. Oie!

    Eu tenho um grande problema com essa autora, eu simplesmente não consigo ler mais nada dela. Li Rosemary Beach e quase tive um treco de tão ruim que achei, os livros iniciais, tanto que nem terminei a série. Apesar dos elogios e ser um livro mais introdutório para essa nova série, não é algo que eu tenho interesse em ler agora. Mas quem sabe um dia eu tente novamente ler algo da autora :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Brooke, como está?
    Já ouvi falar coisas boas e ruins dos livros da Abbi Glines, mas o fato de ser um New Adult me deixa com um pé atrás porque eu geralmente não sou dada a esse gênero. Ainda que eu esteja tentando mudar isso, já que qualquer leitura pode ser válida e como leitora, acredito nisso.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://galaxiadeideias.com
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem? Que bom que curtiu a leitura! Eu já li vários livros da Abbi e curtia bastante as histórias dela, mas depois de um tempo acabei ficando um pouco saturada, achando tudo muito parecido. Não sei se darei uma chance a essa nova série, mas parece mesmo uma leitura bem leve e fluida, então fiquei curiosa. Quem sabe um dia!

    Sua resenha ficou ótima, amei as fotos!!
    Beijos

    ResponderExcluir