Facebook

Resenha: Uma Noiva para Winterborne - Lisa Kleypas

14 janeiro 2019


Os Ravenels é uma série que vem angariando fãs desde o lançamento de seu primeiro volume no ano de 2018; no entanto, ainda que os protagonistas do primeiro volume tenham encantados a muitos é praticamente impossível encontrar alguma pessoa que tenha resistido aos encantos de Rhys Winterborne, ainda que apenas em segundo plano, e não tenha ficado ansioso pela sua história. Agora em Uma Noiva para Winterborne, Lisa Kleypas continua a contar sua estória com foco no casamento que todos esperavam e que prometem muitas emoções. Afinal quando uma Lady começa um relacionamento com um homem está longe de ser um cavalheiro tudo pode acontecer... Conheça mais detalhes da obra a seguir:





Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais.


No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda.


Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão.


Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade.



Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.


            Informações técnicas:



Obra:   Uma Noiva para Winterborne Autor(a):  Lisa Kleypas Páginas: 336 Ano de Lançamento: 2018 Editora: Arqueiro  Avaliação: 4/5 estrelas 



Você roubou o ar que eu respiro, cariad. E agora estou fadado a contar os dias até poder pegá -lo de volta com você, um pouco a cada beijo.

Rhys Winterbone está longe de ser um cavalheiro, tendo suas origens em uma família de comerciantes ele nunca se viu cercado de luxos até construir o império que agora administra com fervor; tendo tudo que o dinheiro pode comprar, ele tinha tudo para ser completo, no entanto, a única coisa que desejava era a única que o dinheiro não poderia comprar, ou pelo menos não até se ver diante da chance de se casar com uma aristocrata chegando aonde sempre desejou.

Ao conhecer Helen Ravenel, a mais velha das filhas de um conde, ele se vê diante da chance perfeita para poder alcançar o respeito e a admiração da sociedade que sempre desejou. Porém, extremamente tímida e com uma família capaz de protegê-la de qualquer mal e dela fazer o que não deseja, um pedido de casamento pode não ser tão fácil assim. Principalmente quando em meio a um mau entendido por palavras ditas de uma forma e interpretada de outra, o noivado entre eles é desfeito causando grande atritos entre as famílias. Agora onde antes havia apoio na união entre eles há um clima de inimizade, o que não incidiria em problema algum se não fosse o fato de que ninguém perguntou a Helen o que ela desejava.


– Quando estávamos em Londres, você me disse que seu mundo era muito pequeno. Bem, o meu é muito grande. E você é a pessoa mais importante nele.

Apesar de muito tímida, Helen vê em Rhys alguém que desperta nela novas sensações; além de que ao contrário do que todos dizem ele parece demonstrar um jeito longe de ser rude e bruto quando está ao seu lado. Porém, com toda a confusão envolvendo ambos e com o conformismo por parte dele, reatar o noivado está longe de ser simples principalmente quando uma proposta indecorosa é a única opção para que ele a aceite.


Aquilo era o que o amor fazia com um homem: transformava-o em uma abelha semibêbada, voando em círculos de cabeça para baixo.

Tendo sido criada para ser uma dama, Helen jamais se imaginou cogitando se entregar a um homem antes do casamento, porém, determinada a tê-lo para si ela não está disposta a deixar que regras da sociedade a impeçam de ter o que deseja. No entanto, tendo que enfrentar a fúria de Devon ao descobrir os planos de ambos e com um segredo do passado capaz de fazer com que Rhys nunca mais queira olhar em sua cara, a felicidade do casal está longe de estar garantida. Seria melhor revelar logo ou não lhe contar nunca? Estaria o “felizes para sempre” ameaçados por algo fora do controle deles?


Ame-me por quem eu sou, como eu a amo por quem você é... e nosso laço durará até as estrelas perderem o brilho.

Em Uma Noiva para Winterbone amor e ódio são colocados lado a lado, resta saber quem sairá vencedor!






Uma Noiva para Winterborne é o segundo livro da série Ravenels onde mais uma vez somos levados a apreciar o talento de Lisa Kleypas para a escrita em mais um daqueles romances de tirar o folego. Ao mesmo tempo em que ela nos apresenta uma estória extremamente fiel e real a época em que se passa, somos levados a nos surpreender com personagens cujas personalidades são totalmente inesperadas e onde os padrões desse gênero não são mantidos. Totalmente diferente do que é encontrado em seu primeiro volume, esse livro mostra um lado totalmente inovador, mas tão apaixonante quanto os outros já publicados pela Editora e que em nada deixa a desejar ao entregar tudo aquilo que promete: romance e muita diversão!


Rhys Winterbone é um rapaz jovem, bonito, inteligente, rico e totalmente diferente de todos os cavalheiros geralmente encontrados nessas obras. Fugindo dos padrões dos “mocinhos” e dos “canalhas”, ele é um protagonista que é rude ao mesmo tempo em que acaba por demonstrar um lado sensível, inseguro e carinhoso, além de ser nítido o carinho que ele tem pela Helen – motivo pelo qual é impossível não se apaixonar por ele. Ainda que com um toque bruto e que não liga para as regras da sociedade, Lisa Kleypas soube criar um protagonista profundo, sensível e altamente encantador - ainda que não fosse realmente um lorde apesar de sua imensa fortuna; não sendo atoa que desde o primeiro livro vários leitores já se viram arrebatados por ele.

Helen Ravenel, ou Lady Helen, por outro lado, é uma protagonista extremamente agradável criada pela autora que novamente se viu fugindo do padrão de mocinhas fortes e independentes encontrados em inúmeras obras do gênero. Extremamente tímida, leitora avida e a mais doce das criaturas, ela se mostra uma protagonista muito diferente de todas as outras que estão extremamente à frente de seu tempo e que apresentam desejos que vão diretamente contra o que a sociedade impõe. Sonhando em construir uma família ela não liga para a questão de classe ou as diferenças que fazem em relação aos comerciantes ricos, pelo contrário, com sua personalidade única, Helen, se mostra extremamente inteligente e principalmente preocupada com os outros. Muito ligada a família, ela está sempre disposta a ajudar e fazer aquilo que se espera, a não ser quando tentam dizer o que ela deseja. Simples e uma típica dama da época, essa é aquela personagem que logo cativa o coração de todos fazendo com que todos os leitores passem a torcer para que ela possa encontrar seu final feliz, mesmo em meio as muitas dificuldades.


Mantendo o estilo de escrita em terceira pessoa, mas com personagens extremamente reais, a autora soube dar vida aos seus personagens trazendo personalidades únicas que combinam perfeitamente com quem são e com sua estória. Entrelaçando os protagonistas dos quatro volumes da série, esse é um livro que pode até ser lido de forma independente (ainda que fique faltando alguns detalhes importantes presentes no primeiro livro), mas cuja experiencia será melhor aproveitada se lido de forma completa. Totalmente diferente, mas apaixonante, essa é uma família que de forma alguma pode ser considerada monótona, além de ser altamente cativante. Na simplicidade, Kleypas soube criar um clima de amor e união não apenas entre os casais, mas entre essa família totalmente diferente, mas que se ama mais do que tudo.

Demonstrando o talento nato que possuí, a Editora Arqueiro, mais uma vez, surpreende e encanta com sua edição através de uma capa de tirar o folego que ao mesmo tempo que apresenta um toque único não destoa das outras da coleção. Simples, mas na medida certa, esse é aquele livro que chama a atenção pela edição feita com primor, uma revisão cujos erros são praticamente inexistentes e folhas amareladas feita para permitir uma leitura agradável e nenhum pouco cansativa. Pensada nos mínimos detalhes e condizente com sua estória, esse é mais um trabalho impecável que permite que o leitor sinta o mesmo prazer que sente ao se embrenhar pelo enredo criado por Lisa ao olhar para a edição. Na medida certa, a Arqueiro soube encontrar o equilíbrio perfeito prometendo e entregando aquilo que o leitor espera sem deixar a desejar na qualidade.


Uma Noiva para Winterborne é aquela obra simples, mas tão bem elaborado que mesmo com um enredo sem grandes reviravoltas se mostra altamente instigante. Buscando criar uma estória onde as diferenças e inseguranças dos personagens estivessem presente sem ser necessariamente o foco, Lisa Kleypas soube dosar dando a intensidade necessária e sabendo escolher os momentos com perfeição de forma a não deixar com que as cenas se tornassem forçadas. Mostrando a força em meio a timidez com uma protagonista que é a imagem perfeita de uma dama da sociedade, e delicadeza com um protagonista que exala virilidade em cada centímetro, essa obra é aquela que ensina ao mesmo tempo em que entretém o leitor de forma a passar algumas das mensagens mais valiosas: a força dentro de cada um e o poder do amor!

Divertida, romântica e com um toque leve de erotismo, Lisa Kleypas mais uma vez mostrou o porque de ser um dos nomes mais publicados aqui no Brasil com séries que angariam fãs facilmente. Totalmente diferente e ao mesmo tempo seguindo o seu estilo de escrita, suas obras são altamente apaixonantes sendo impossível não entrar para a lista de autoras favoritas. Demonstrando talento em cada página, esse é um livro que poderia ser apenas mais um em meio a tantos, mas se mostra especial pela forma que foi elaborado. Com fortes lições, essa é uma obra que não utiliza de frases impactantes para ensina-las, mas que as apresenta com doçura de forma que você nem nota até já ter absorvido. Recomendo a leitura a todos os apaixonados pelo gênero e principalmente aqueles que amam os livros e são tímidos, mas nem por isso deixam de ser incríveis.

Um beijo
Comentários
23 Comentários

23 comentários :

  1. faz tempo que não leio um livro de época assim, e tenho muita curiosidade de ler algo da autora, pois sempre leio resenhas positivas.
    sua resenha ficou ótima e me deixou com mais vontade de ler ainda, ainda mais quando você disse que a trama é bem simples mas a autora sabe conduzir bem e deixar instigante.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Oiiii,

    Eu adoro a escrita da Lisa, não importa o estilo que ela esteja escrevendo, a leitura vai ser fluida e prazerosa. Eu estou louca para ler esta série e sua resenha me deixou bem curiosa para saber como o casal principal vai se deixar levar, e como o romance irá acontecer. Espero poder conferir em breve.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Eu amei este livro. Eu adoro a Helen e o Rhys. Acho que houve a dose certa nesta obra. O primeiro também foi ótimo e eu sou fascinada nesta família. Não curti muito o terceiro, mas mesmo assim ainda amo o jeitão deles.

    ResponderExcluir
  4. Tenho muita vontade de conhecer a escrita da Lisa e esses personagens tão reais que mencionou, além de trazer de forma simples tramas bem elaboradas. Preciso ler e me tornar mais uma fã dessa mulher.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Essa série é apaixonante e a cada livro me surpreendo com o crescimento dos personagens e do temas trabalhados na trama. Helen e Rhys são personagens a frente de seu tempo.
    Uma leitura muito prazerosa de se fazer.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bruna.
    Concordo demais quando você diz que é impossível não se apaixonar pela escrita da Lisa! Ela com certeza é uma das minhas autoras preferidas de romance de época!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Não li ainda algo desta autora, talvez por não ser muito bem o seu público, porém são tantos elogios que vou acabar me rendendo só para confirmar o seu dom hehe

    Por enquanto vou repassar o seu post para minha prima, estou fazendo uma seleção de indicações de leitura para ela.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Não sou muit fã deste gênero, mas o livro parece ser bem legal.
    Sua resenha é bem completa e deu para ter uma boa noção do que esperar deste livro. Saber que a autora sabe dosar a história me anima a ler este livro, sempre acabo ficando com medo das cenas deste gênero ficarem muito exageradas ou clichês demais.
    Vou anotar aqui para uma futura leitura.
    Abraços

    FLeituras

    ResponderExcluir
  9. Ola!!

    A Editora Arqueiro está sendo absolutamente fantastica no lançamentos desses romances que a cada dia que passa veem buscando espaço em nossas coleções. Adoro romance de epoca, confeso! Porem, ultimamente, tenho me sentindo um pouco saturada com o genero e por conta disso eu não li nada da Lisa ainda.

    Adorei sua dica!

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Ai menina eu comecei a gostar desse genero a pouco tempo confesso, esse livro ta ate na minha lista para ser adquirido eu achei a historia muito boa espero ler em breve

    ResponderExcluir
  11. Eu já tenho os três primeiros livros publicados dessa série e estou louca para iniciar a leitura! :D Acontece que eu ainda não terminei de ler As Quatro Estações do Amor (vou ler o terceiro livro ainda) e ouvi comentários de que o terceiro livro dessa série (o livro Um Acordo Pecaminoso) tem ligação com o terceiro livro de As Quatro Estações do Amor. Então, tenho que terminar de ler esta série antes.rs

    Gosto do fato do mocinho ter características tanto de um verdadeiro "herói" dos livros românticos quanto alguns defeitos dos canalhas.rsrs Equilibrando assim as coisas. Todavia, confesso que eu prefiro mocinhas fortes e que tendem a estar a frente do seu tempo. Não tenho nada contra as mocinhas tímidas e que aceitam as coisas como elas são, sendo um exemplo de "damas da sociedade", mas eu espero que a Helen tenha algo que me faça considerá-la forte, capaz de ter voz própria.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro o ano passado e ele se tornou um dos meus favoritos. Amei a construção do romance e o fato dos personagens serem mesmo muito reais. Outra coisa que gostei foi o fato da Lisa mostrar mais sobre o contexto histórico e como era a sociedade da época.
    Foi uma leitura maravilhosa e fiquei feliz de ver que você também gostou. Adorei conferir sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Eu estou muito apaixonada por este mocinho sem nem ler o livro... rs Gosto do jeito que você o descreveu: rude mas sensível e acho que isso é muito pertinente em um protagonista masculino. Estou curiosa pra começar essa série.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Bruna!
    Essa série é bem famosa, né? Já li diversos elogios sobre o Rhys Winterborne em algumas resenhas que li, mas por ser um gênero literário que costuma não me atrair tanto, acabei não sentindo interesse pelo livro. Apesar disso, não há dúvida de que as capas dos livros dessa série são lindíssimas, sempre fico apaixonada pela delicadeza delas. Fico feliz que tenha sido uma boa leitura pra você. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Que capa linda, amei!
    Então, cê acredita que eu nunca li nada da Lisa? Um absurdo né? KKkkkkkkkk
    Tenho livros dela na minha lista de leitura, mas não li ainda, esse inclusive vai pra lista também, amo romances de época, e esse me conquistou já na capa, ao ler sua resenha e a premissa do livro, só fiquei ainda mais curiosa pra conhecer esse casal tão improvável.
    Suas fotos ficaram incríveis, amei.

    ResponderExcluir
  16. Olá Bruna!!!
    Eu não li ainda nada da autora, mas de tanto ouvir falar da mesma já tenho uma lista enorme.
    Esse livro já estava adicionada na minha estante de livros que quero ler e acho que me apaixonei mais ainda por ele em sua resenha e com os quotes que colocou.
    Eu admito que a capa do primeiro achei mais bonita do que essa, mas gosto é gosto.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá tudo bem ?
    Eu sempre comento que vou ler um livro de época, que vou conhecer a autora e mais um ano se foi e eu não consegui.
    Adorei os quotes e até me animei, quem sabe este ano vai. A única coisa que me deixa insegura é que normalmente são vários livros na série né ?! E preciso dizer que amei suas fotos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem Bruna?

    Os livros da Lisa são tudo de bom, são romances de época de qualidade, o único problema é que as séries são compostas de vários livros. Adorei a sua resenha, ficou caprichada e completinha, também gostei muito das fotos!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Primeiramente que blog lindo!
    Quero muito conhecer a escrita da lisa, porém, ainda não li nenhum romance de época para me aventurar em uma série como os livros da Lisa. Fiquei bem curiosa por esse livro, anotei aqui para poder conhecer mais.

    ResponderExcluir
  20. Tenho me encantando demais com os livros da Lisa e por isso estão tão empolgada para começar a ler essa série, que parece que fica cada vez melhor a cada volume. Achei bem completa a sua resenha e com certeza estarei dando uma chance a essa série em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu achei a capa deste livro linda e confesso que sou apaixonada por este gênero, ainda não li nenhum livro desta autora mas quero conhecer sua escrita. Adicionarei com certeza na minha meta de leitura!
    Abraços!

    www.vancarlos.com

    ResponderExcluir
  22. Que resenha linda! Quero ler esse livro também! Parabéns pelo blog!

    Acessem: https://www.cliquefarma.com.br/dermocosmeticos

    ResponderExcluir