Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

04 março 2020


A vida em si já é uma jornada; a parte fantástica é termos quem esteja disposto a nos acompanhar e assim realizarmos feitos memoráveis na história (pessoal). E não há companhia melhor para isso do que nosso irmão (ou irmã...) - afinal, o elo forjado pelo companheirismo e amor sincero é inquebrável praticamente.

A história se passa na cidade mágica suburbana New Mushroomton onde todas as criaturas mágicas convivem em perfeita harmonia, tendo dragões como animais de estimação; a única exceção fica por conta dos unicórnios que vivem revirando as lixeiras atrás de comida - lembrem-se de deixá-las com a tampa fechada (como é que isso fosse impedir algo (risos)).

Os irmãos elfos, Ian e Barley Lightfoot, descobrem que possuem uma chance única - trazer seu pai de volta por um único dia para um reencontro - claro que essa é uma tarefa desafiadora que para terem sucesso deverão confiar um no outro; e ao longo dela descobrem características únicas em si mesmos.

Não é de hoje que as animações acabam por encantar as crianças, ao mesmo tempo que trazem uma mensagem - oculta, aos olhos inocentes - para os adultos; e nesse não é diferente (para o diretor Dan Scanlon, esse é o filme mais pessoal devido ter baseado no fato dele (e de seu irmão) terem perdido o pai cedo demais). Devido ao momento que estou passando em minha vida, tive uma conexão muito intimista.

A Cabine de Imprensa foi realizada na versão dublada; indico essa versão para ver em família. Pelo elenco original, a versão legendada deve ter a mesma qualidade.

Última chamada:


Dedico este post para minha irmã, 
Brooke - minha companheira das melhores e memoráveis missões.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário