Resenha: A Garota de Treze - Lilian Reis

|

Sabe quando você se envolve tanto com um livro que ao terminar de lê-lo você fica inconformado por não existir mais folhas e mais da história? É exatamente assim que me sinto nesse momento! Em “A Garota de Treze” da autora Lilian Reis, e publicado pela Editora Mundo Uno, eu pude voltar no tempo e me sentir como uma adolescente novamente através da Lucinda. E tenho que dizer que mesmo sendo um livro juvenil eu amei cada segundo e fiquei desejosa de que haja uma continuação; então convido a cada um de vocês descobrirem mais sobre essa história e voltarem a se sentir como quando tinham apenas treze anos...




Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, Acima De Tudo, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! Pelamordideus! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!


Avaliação: 5/5 estrelas
                        Ano de lançamento: 2016 

Quem nunca desejou ser mais velha? Sonhou com seus dezesseis ou dezoito anos? Eu posso dizer que sempre admirei os mais velhos, principalmente na escola, desejando ter aquela idade... Mas será que querer pular as fases é bom? Nossa protagonista em “A Garota de Treze” irá descobrir exatamente isso!  

 Lucinda é uma menina que acaba de completar treze anos, mas se sente extremamente infeliz com sua idade. Sem fazer parte dos descolados, e possuindo poucos amigos, ou melhor, apenas três amigos, ela deseja todo dia que possuísse dezesseis anos, idade em que sua mãe diz que ela irá poder fazer diversas coisas para as quais ela é muito criança no momento. 

Recebendo a permissão para comprar o que desejar no dia do seu aniversário, ela chama sua melhor amiga, Rafa, para ir ao shopping com ela decidida a comprar uma coisa pela qual sempre sonhou: um kit de maquiagem para que possa parecer mais velha, assim como várias garotas populares de sua escola, mas que sua mãe proíbe que ela use até que complete dezesseis anos. Animada com sua nova aquisição e recebendo uma aplicação grátis no ato de sua compra, Luce se apaixona pela diferença que vê no espelho ao estar maquiada acreditando que finalmente poderia realizar o seu grande sonho de ser beijada por um garoto mais velho.

"- Ah, é legal... eu acho. Sabe, a gente não vai conseguir nada com esses meninos mais velhos. Luce, temos que dar um jeito!
- Andei pensando. A minha mãe me deu o cartão de crédito e me autorizou comprar o que eu quisesse...
- Não me diga que está pensando no que eu estou pensando! - A Rafa exclamou, cheia de bobeira na cabeça. - Não tá pensando em... silicone, tá?
- Socorro, Rafa! Era só o que me faltava. Nem se pagasse o Pitangui, ele colocaria isso em mim. Treze, esqueceu de novo? Mas pensei numa coisa mais fácil.

Ao voltar para casa depois das compras, já sem maquiagem, ela se prepara para a festa que está para acontecer em sua casa; ela só não esperava receber de seu melhor amigo e vizinho, Bruno, um presente que representava mais do que apenas amizade. Sua mãe que já era extremamente severa com ela em relação a namoros na sua idade, passa a implicar ainda mais com seu amigo. Percebendo o interesse dele que não era retribuído por ela, Luce, resolve bolar um plano com a Rafa para arranjar uma namorada para Bruno fazendo-o assim esquecer dela.

Passado seu aniversário, ela sai com a Rafa para ir novamente ao shopping comprar seu violão, instrumento que ela sempre quis aprender a tocar e para o qual seu pai havia lhe dado dinheiro para comprar como presente de aniversário. Já com o violão em mãos, as duas resolvem passar rapidamente em um “restaurante” e lá se deparam com o cara mais lindo que já viram tocando e surpreendentemente esse mesmo rapaz a fica observando o tempo inteiro durante o show! Obviamente que ela surta, mas acredita ser só impressão e decide deixar para lá depois de irem embora...
Só que o destino parece estar decidido a fazê-los se encontrarem, o que é confirmado quando ela vai fazer aula e se depara com o gato do show – Noah - como seu professor... Ela só não imaginava as outras coisas que a vida também estava a preparar para ela!

– Posso te perguntar uma coisa? – A falta de ar me atacava.  Até a barriga ameaçou doer. Assenti com a cabeça. – Não me leve a mal, é que... – Ele pausou e finalmente perguntou – Quantos ano você tem?

Luce então passa a enfrentar diversas situações complicadas, muitas vezes criada por ela mesmo,  e quanto mais ela tenta resolver e se mostrar madura mais ela acaba cometendo erros em cima de erros. Resta saber se ela conseguirá sair da enrascada – e mentiras – em que se meteu e se sim, será que ela conseguirá sair ilesa?

"Esse é o problema de se estar fazendo algo errado. Você sempre tem a impressão de que alguém está te observando." 
“A Garota de Treze” é um livro juvenil que retrata a inocência e os desejos de uma adolescente que se sente inconformada e desejosa de ser mais velha para poder passar por mais experiências. Mas se engana  quem pensa que é uma historinha boba de adolescente, a autora insere na trama mensagens importantes sobre separação, perda, relação familiar, amizade, aprendizagem e a importância de cada etapa de sua vida. Junto com Luce somos transportados de volta a essa época de nossa vida podendo nos identificar com ela em diversas situações! Aqui não é preciso de cenas tórridas de paixão para que o livro seja bom, ele é simplesmente apaixonante em toda a sua simplicidade.

É o típico livro que eu recomendo tanto para os mais velhos  que gostam de histórias mais românticas e leves, no estilo juvenil, quanto para os jovens nessa idade. Com uma linguagem e uma história simples a autora consegue trazer o melhor que há nessa fase da vida: o desejo por aquilo que não se têm e a inocência do que se desconhece.

"– A gente faz o que toda garota de treze faz, ora! Sonha, brinca, zoa, olha garotos, faz planos... Porque, quando chegarmos nos tais dezesseis, dezessete, dezoito, minha amiga, daí a porca torce o rabo, porque as responsabilidades vêm junto com a idade!"

Eu espero que vocês possam se encantar tanto quanto eu pude nessa obra tão bem escrita pela autora e bem produzida pela Editora Mundo Uno (até porque essa edição está muito amor <3).

Um beijo

  Obs: Desejo do fundo do meu coração que tenha uma continuação dessa história com Luce com dezoito anos.


20 comentários:

  1. Se os mais novos soubessem que crescer é uma armadilha eles nunca desejariam fazê-lo! hahahahah
    Achei a história fofinha, lembrei até do filme De Repente 30, mas não sou o público-alvo do livro e acredito que não curtiria tanto a obra. Se rolar essa história dela com 18 anos quem sabe...

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, se eles soubessem iriam querer aproveitar o máximo possível! A história é muito boa e só tem haver com o filme na parte dela querer ser mais velha, mas ela permanece com 13 anos. Eu também não me encaixava exatamente no público-alvo, mesmo assim foi uma ótima leitura e agora já posso dizer que terá a continuação sim *-* espero que leia e goste!
      Obrigada por comentar <3
      Um beijão da Brooke

      Excluir
  2. Meninas, obrigada pela resenha perfeita! E sim, estou escrevendo a continuação. Beijão. Lilian.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que amor ver a autora comentando e tendo gostado da resenha <3 Maaaal posso esperar pela continuação, aguardo muito ansiosa! Parabéns pela obra, está incrível <3
      Um beijo da Brooke

      Excluir
  3. Em primeiro lugar parabéns! Seu blog é lindo e bem caprichado :)
    Adorei tudo na resenha, o formato dos quotes e como tudo fica bem arrumadinho.
    Gosto muito dos New Adults, Y.A e histórias juvenis.
    Já estou te seguindo. Beijos.
    http://www.fabulonica.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Simplesmente amei sua resenha e esse livro! Adoro histórias mais juvenis e pude me identificar muito com essa vontade de querer ser mais velha, hoje em arrependo tanto hahaha Mas amei que, apesar disso, a autora trata de temas sérios de uma maneira muito legal. Claro que já adicionei na minha lista de leitura.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Parece ser um livro bem fofo e leve. Não sou muito fã de romance não, mas a história, mesmo parecendo um pouco clichê, me deu uma vontade de ler. E realmente, acho que todo adolescente já quis ser mais velho, só que tudo tem seu tempo, e quem apressa, acaba fazendo besteira, igual a personagem principal. E que bom que gostou da leitura, é ótimo quando um livro deixa com o gostinho de quero mais.
    O Pequeno Leitor

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Li esse livro e me senti com 13 de novo, mas não consegui aceitar muito bem o que acontece com a Luce. Ela cresceu muito ao longo da leitura e isso foi bem legal, mas não foi fácil. Claro que me envolvi com os personagens e até torci para que uma coisa errada desse certo e curti muito o que aconteceu, serviu de uma boa lição e servirá para outras meninas que também querem pular de etapas, mas o final deixa uma esperança que pode fazer mal.
    Mas, apesar de tudo, adorei a história e sua resenha e também quero muito um livro com Luce de 18 anos.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi Brooke tudo bom?
    Deu pra ver pela sua resenha, o quanto você gostou do livro, soube passar isso muito bem!
    Mesmo eu não sendo o público-alvo e não tendo pressa pra ler este livro, eu gostaria de um dia lê-lo. Deve ser uma boa leitura pra intercalar com outras mais pesadas.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Amei seu blog muito amorzinho.
    Se eu soubesse nos meus treze anos o trabalho que dá ser adulta teria curtido muito mais.
    Que legal que você curtiu a leitura eu recebi esse livro recentemente mais ainda não tive chance de ler espero ficar tão encantada quanto você.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu geralmente gosto bastante de histórias adolescentes, pois sempre me divirto bastante com essas leituras.
    A premissa dessa história não me chamou tanta atenção, mas você se empolgou tanto com a leitura que me convenceu de que essa é uma boa leitura.

    Beijos:*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. É realmente uma delícia quando a gente se encanta tanto com um livro que não quer que ele tenha fim, não é mesmo?
    Só de ler sua resenha já tive a sensação de que é uma história fofa que irá me envolver e me deixar da mesma forma que você... querendo mais...
    E que capa mais gracinha!!!! Adorei :)
    Espero que tenha a oportunidade de ler o livro logo.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    De início, quando vi sobre esse livro, não fiquei curiosa para ler, pois eu não tenho muita paciência para dramas adolescentes...haha', mas saber que o livro trata de temas mais sérios e importantes me deixou um pouco animada. Porém, eu ainda não sei se o lerei tão cedo, um dia, quem sabe. Mas não agora *-* Fico feliz em saber que você gostou da protagonista, espero que a autora lance mais livros sobre a Luce, seria interessante.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu fazia ideia da existência deste livro mas interessei-me bastante, confesso... :) Ainda bem que gostaste assim tanto e te fez relembrar todas as emoções e características da idade num estilo que tanto adoras...

    Contudo, não sou muito de romances, mas... Veremos! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Tudo bem!
    Amei sua resenha! Já tinha visto comentários sobre esse livro e lido uma resenha sobre ele também. Fiquei super curiosa para ler. já está na minha lista de leitura e espero poder em breve! Ah! Sem falar, que adoro livros com enredos envolvendo adolescentes!
    Bj

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Apesar de ter achado bem fofinho e ter adorado a sua resenha, confesso não ter tido tanta vontade assim de cara para ler o livro. Mas é aquela coisa, a gente tem que ler pra crer. Haha. Acho que li muitos young adults, to procurando coisas mais maduras.

    Parabéns pela resenha!


    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Eu acho muito fofo esse tipo de história. Adoro tramas que tratam sobre a adolescência, são sempre leituras muito leves e fáceis de se envolver. Não conhecia a obra, mas já fiquei muito curiosa para conferir. Achei a capa linda!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. Apesar de ser um livro juvenil ele é bem objetivo, e pelo a forma que falou dele ele retrata de certa forma a realidade, na verdade eu sou ao contrário, queria ser criança novamente ser mais velha tem suas vantagens porém tem as má, creio que foi isso que o livro quis passar, que a cada face devemos vive-las pois servira para algo.

    ResponderExcluir
  17. Alô alô graçazadeus! Fico muito feliz que tenha se encantado tanto pelo livro, boas leituras estão me sendo escassas ultimamente,infelizmente não sou chegado a livros com temática adolescente, pior ainda se forem romances, aí ja me dá ate alergia, vou passar a dica, abraço!

    ResponderExcluir