Resenha: Cisne - Eleonor Hertzog

|

Cisne de Elonor Hertzog é um livro que apesar de assustar a uma primeira vista pelo seu avantajado número de páginas se mostra uma leitura perfeitamente fácil de ser feita com sua narrativa envolvente e bem construída. Longe de ser enfadonha ou se mostrar repetitiva em suas páginas, essa é uma obra que cativa a um primeiro olhar e torna impossível ao leitor não se viciar em suas páginas repletas de reviravoltas fantástica em meio a um universo original. Divertido e empolgante, essa é a típica obra recomendado a todos que gostam de uma boa experiência de leitura e buscam uma trama original é diferente das já tão comumente encontradas na Literaria. Confiram mais sobre essa obra da Mundo Uno a seguir:

        
Unificada e em paz, a Terra se dedicou à ciência e à exploração espacial, descobrindo Tarilian, um planeta habitado inesperadamente próximo. As relações entre os dois mundos iniciaram corteses, mas rapidamente uma rivalidade inútil se estabeleceu, minando a amizade entre terráqueos e tarilianos. Um infeliz incidente diplomático piorou ainda mais as relações interplanetárias; a solução para o impasse se encontra no Cisne, um veleiro movido a energia solar que é um dos mais avançados biolabs flutuantes do planeta. O Cisne é também o lar da família Melbourne: os pais, Doris e Henry, são os biólogos marinhos responsáveis pelo barco; os filhos são sua irriquieta tripulação.
Sem saber que fazem parte de uma geração que decidirá o futuro do mundo inteiro, agora os jovens Melbourne precisarão dar o melhor de si para melhorar as relações entre Terra e Tarilian.

Informações técnicas:
Obra:  Cisne Autor(a):  Eleonor Hertzog Páginas: 726 Ano de Lançamento: 2014 Editora: Mundo Uno  Avaliação: 4/5 estrelas 


Terráqueos não toleravam tarilianos. Tarilianos não toleravam terráqueos. Um rivalidade inútil havia surgido e parecia ter vindo ficar.

                Cisne é um veleiro que chama atenção por ser considerado algo ecologicamente sustentável ao ser movido por energia solar e também por ser um dos maiores biolaboratórios flutuantes do planeta sob o comando dos Melbourne, uma família enorme e com quem iremos embarcar nessa aventura ao longo de sua trama. Vivendo a bordo desse inusitado veleiro, Henry e Doris Melbourne – ambos cientistas – acabam por realizar diversas pesquisas marinhas ao lado de seus oito filhos: os gêmeos idênticos e mais velhos Ted e Teo com dezesseis anos, os gêmeos Tim e Tom com quinze anos, Pam e Peggy (sua filha adotiva após a perda dos pais em um trágico acidente) com catorze anos, Liz com treze anos e o caçula Bobby com oito anos que logo se mostram possuidores de personalidades próprias e bem definidas nessa família grande e repleta de diversão.

- Cisne de água doce é um nome esquisito para um veleiro oceânico.
- Ah, é que, quando o vento enfuna as velas, quando estão todas erguidas, e todas refletindo o Sol, parece que o barco é um enorme, lindo, fantástico, maravilhoso cisne de prata!

                Conhecendo a vida no Cisne como a que sempre tiveram, todos realizam as atividades e trabalhos juntos; mas apesar de muito responsáveis, logo se vê que os jovens Melbourne não se afastam das características típicas de adolescentes, algo que fica nítido em meio a muitas brincadeiras, bagunça e principalmente diversão. Possuindo uma grande fama, é natural que suas chegadas sejam regadas a muita diversão e peças de teatro para as pessoas dos locais aonde chegam.

Não seriam nossos filhos se achassem que debaixo de asas é lugar de viver a vida toda. Vai ser difícil e vai doer um bocadinho, mas eles vão descobrir que os laços entre eles são mais fortes do que qualquer distância. Vão sobreviver.

                No entanto, levar diversão não é o único objetivo desses jovens; principalmente ao estarem aguardando o resultado dos exames realizados  para entrar para a Escola Avançada Champ-Bleux – a mais conceituada escola de todas, criada pelo Doutor Janson para formar os melhores cientistas da Terra; inclusive havendo formado aquele que veio a descobrir uma nova esperança para todos ao descobrir um novo planeta habitado, do outro lado do sol. Tarilan é um mundo completamente novo, cuja ciência se mostra bem mais avançada que a da Terra e cujos hábitos se mostram bem diferente. Formando relações entre os dois, alguns programas de intercambio se viram sendo adotados de forma a permitir que o povo da Terra pudesse ir para lá para aprender um pouco mais sobre a ciência tariliana e em troca os tarilianos poderiam vir a Terra para aprenderem sobre outros aspectos que se mostrassem relevantes.

A Terra estava com pressa. Chances demais haviam sido perdidas, erros demais haviam sido cometidos. O tempo estava acabando. Eles seriam reunidos: jovens cheio de criatividade, planos e sonhos, com o coração generoso que apenas os jovens sabiam ter. Eles eram os melhores. Neles,toda a esperança estava depositada. Se eles falhassem , seria o fim.

                É então que no meio dessa espera pelos resultados, que os Melbourne recebem a noticia e importante missão para tentar reestabelecer a harmonia entre esses dois mundos que cada vez mais se veem entrando em disputas cientificas e cercados por incidentes e escândalos, a de abrigar os dois cientistas de Tarilian no Cisne de forma a acalmar os ânimos depois de um grande escândalo envolvendo a ambos. Com personalidades e comportamentos completamente diferentes, e um jornalista que distorce tudo que escreve enquanto se encontra a borda, concluir o programa de intercambio está longe de ser fácil; e seriam os Melbourne os certos para isso? Só lendo para descobrir.

Que os sonhos fossem grandes o bastante.
Que os corações fossem realmente generosos.Que pensassem,enquanto fosse possível,que estavam somente vivendo suas vidas...Porque um dia,Descobririam que estavam vivendo a vida de todo aquele mundo!Um dia, eles saberiam:A ESTA GERAÇÃO, TODAS AS DECISÕES.



                Cisne é um livro repleto de mistérios que são aos poucos revelados ao leitor que se vê ansiando por saber e descobrir mais sobre o que poderia estar acontecendo e como tudo iria se desenrolar com uma iminente guerra entre os planetas cada vez mais perto. De forma perfeita, Eleonor Hertzog soube agregar a dose certa de mistério com suas frases deixadas no ar e personagens que insistem em tentar manter sua identidade protegida. A forma como ela também apresenta de forma natural uma bomba ao final do livro faz com que nos sentimos fisgados e curiosos sobre como essa geração irá se comportar diante de tudo que será preciso enfrentar pela frente.




                Narrado em terceira pessoa, essa é uma obra que se mostra de fácil compreensão com uma escrita fluida e sem frescuras. Sabendo desenvolver sua obra de forma a deixar aquela sensação de ansiedade e de quero mais, Hertzog, soube driblar facilmente o tamanho de seu livro que a um principio assusta com a perspectiva de mais de 700 páginas, mas que facilmente é esquecido com sua criatividade e originalidade tanto no sua trama quanto em personagens como Peggy que despertam a curiosidade com seu ar de mistério e histórias não reveladas, mas que parecem ser sanada ao longo dos próximos volumes dessa série que rapidamente angaria lugar nos corações daqueles que embarcam por suas páginas e se apaixonam por seu desenrolar.

                Sua edição também é algo que chama atenção desde sua capa até sua diagramação repleta de detalhes que chamam a atenção do leitor e atribuem beleza a uma obra que já cativa com sua sinopse e premissa. Com uma revisão sem erros encontrados por mim, essa se mostra uma obra bem feita pela Editora Mundo Uno que preza pela qualidade em suas obras e surpreendem com sua dedicação. Com uma capa que chama atenção e condiz com sua história, essa é uma obra que enche os olhos e desperta o interesse capaz de fazer até o mais receoso de seus leitores embarcarem em suas páginas para descobrir esse mundo repleto de mistérios e surpresas contidas em Cisne.




                Sem precisar utilizar-se de técnicas elaboradas, vemos uma obra que se mostra bem intensa e construída de forma a não deixar pontas soltas desnecessária e totalmente originais. Com uma família grande e repleta de personagens durante toda a trama, esse poderia se mostrar algo que tornasse difícil para o leitor acompanhar seu desenrolar e associar nomes a personagens por se tratar de uma história grande; mas com personalidades bem definidas e apresentações feitas de forma a nos fazer compreender por completo, essas associações acabam por se mostrar algo que acontece de forma natural e sem esforço.

                Cisne é aquela típica obra que angaria leitores facilmente em suas primeiras páginas não permitindo ser deixada de lado e que logo surpreende por não se mostrar enfadonha ou repetitiva, ao mesmo tempo em que se mostra muito completa com uma linha do tempo bem construída de forma a manter o interesse que tinha tudo para ser perdido rapidamente, mas que se encontra presente até a ultima página. Indicado a todos que gostam de ficção cientifica e fantasia, esse livro é uma escolha acertada de forma por ser totalmente imprevisível, mas com uma trama totalmente imprevisível. Intercalando momentos de aflição ao de boas risadas, essa é mais uma obra da literatura nacional que demonstra  todo o talento de uma autora que consegue tornar tanto seus livro quanto seus personagens muito mais do que parece a uma primeira vista. Leiam, pois vale muito a pena!


Um beijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário